Maior torneio de Schoff Kopp

Evento promovido pela Prefeitura Municipal de Tupandi (RS), juntamente com a EMATER, reuniu 189 participantes. Representante do RankBrasil confirmou o recorde

22/05/2015
6937 Acessos
Imprimir
Maior torneio de Schoff Kopp
Luciano Cadari entrega o troféu do RankBrasil ao prefeito Hélio Inácio Muller / Foto: RankBrasil
A Prefeitura Municipal de Tupandi (RS), em parceria com a EMATER, conquistou o recorde de Maior torneio de Schoff Kopp.

Realizado em 21 de maio de 2015 na Sociedade São Luiz, o evento reuniu 189 jogadores. O representante do RankBrasil, Luciano Cadari acompanhou o desafio e oficializou o título brasileiro.

“Esta marca é motivo de orgulho para o cidade, que deseja manter viva a tradição do schoff kopp não apenas em Tupandi, mas em toda região”, destaca o prefeito Hélio Inácio Muller.

De acordo com ele, o jogo faz parte da história do município e da colonização alemã, “por isto a importância de incentivar a preservação desta manifestação cultural”.

O prefeito explica que o carteado é conhecido em regiões que tiveram influência dos imigrantes alemães: região dos Vales do Rio Grande do Sul, oeste de Santa Catarina e Paraná. “Este recorde é uma motivação para que quem joga continue jogando e quem não pratica tenha interesse em aprender”, acredita.

O Torneio Aberto de Schoff Kopp ofereceu as modalidades individual e em equipe. O campeão do individual recebeu prêmio de R$ 300,00 e os cinco primeiros colocados ganharam troféus. A equipe vencedora levou R$ 1.000,00, além de medalhas. Também foram premiados o jogador mais novo, o mais velho e a melhor jogadora (mulher).

Ao término da competição e com a confirmação do recorde, Luciano Cadari entregou o troféu do RankBrasil ao prefeito, parabenizando o município pela iniciativa do torneio e pela organização da festa: “É um número expressivo de participantes e se trata de um jogo diferente, que vamos divulgar para o Brasil inteiro”.

Torneio Aberto de Schoff Kopp reuniu 189 participantes e o município de Tupandi conquistou o recorde brasileiro / Foto: RankBrasil

Schoff kopp
O jogo surgiu na Alemanha e foi trazido pelos imigrantes ao Brasil, ganhando inúmeras variações ao longo da história. Em Tupandi, o schoff kopp foi disputado em mesas com quatro jogadores cada, utilizando 24 cartas do baralho francês (do nove ao às dos quatro naipes).

Neste formato, cada jogador recebe seis cartas. O primeiro lança uma carta qualquer, os demais, em ordem, devem mostrar uma com o mesmo naipe – se tiverem. A pessoa que apresentar a maior vence e joga outra carta, e assim sucessivamente até acabarem as seis. O vencedor é quem somar a maior pontuação.

O schoff kopp é realizado em duplas, porém elas variam a cada jogo. Os jogadores não podem se revelar e as duplas somente são conhecidas ao longo da partida, quando lançadas as maiores cartas. Antes do início, os participantes podem optar por jogar sozinho contra os outros três e neste caso a pontuação é maior.

Conforme o prefeito Hélio Muller, é um jogo muito interessante que desenvolve o raciocínio e exige observação, blefe e muita atenção. “Ao mesmo tempo é uma forma de proporcionar lazer entre as pessoas e resgatar a integração presencial em meio à correria do dia a dia e à utilização de equipamentos eletrônicos”, finaliza.

Jogadores premiados:

Campeão individual
José Egidio Bach – 114 pontos

Segundo ao quinto lugar
José Hélio Weber – 108 pontos
Aloisio Guido Orth – 107
Jose Milton Alles – 107
Paulo Antonio Loef – 103

Equipe campeã
Vila Schmitz – 596 pontos

Premiação especial
Jogador mais novo: Ivan Rodrigo Rech – 17 anos, 9 meses e 27 dias
Jogador mais velho: José Irineu Rech – 85 anos, 2 meses e 3 dias
Melhor jogadora: Aluisia Zaro – 48 pontos


Redação: Fátima Pires

Algumas citações na mídia:
Fato Novo
O Nortão
Vale do Caí
Carajás O Jornal
Rádio Vale Feliz