CURIOSIDADE – Aprenda como melhorar a memória

Saiba como decorar nomes e rostos, e confira alguns recordes na área registrados pelo RankBrasil

21/01/2015
2703 Acessos
Imprimir
CURIOSIDADE – Aprenda como melhorar a memória
A memória requer esforço, interesse e repetição / Foto: Depositphotos.com[markin]
Embora o cérebro registre todas as experiências vividas, não significa que as guarde. Ao conhecer uma pessoa, o nome vai para a memória de curta duração, com poucos minutos de armazenamento. Para fixá-lo, o cérebro precisa associar o nome ao rosto.

A memória requer esforço e interesse. É necessário primeiramente ter vontade de lembrar. Se tiver dúvidas, pergunte novamente e diante de nomes muito diferentes, peça que soletrem. Associações mentais com músicas, jogos ou personagens também ajudam.

Outra dica é repetir o nome várias vezes durante a conversa. Depois disto, conecte-o ao rosto da pessoa, guardando características físicas como uma pinta, olhos grandes, entrada no cabelo, etc. Ao final do dia, recupere as imagens e as palavras: isto vai levar as novidades à memória de longa duração.

De acordo com especialistas, boa memória é resultado de fatores genéticos (pessoas que nascem com mais aptidão) e ambientais (alimentação adequada, exercícios físicos, qualidade de sono, além de treinamento mental). O essencial é ter vontade, concentração e repetição.

Recordes de memória
O RankBrasil já registrou diversos recordes relacionados à memória, entre eles do professor de Curitiba (PR) José Cláudio Luvizzotti, que possui os títulos de Melhor memória em números e Melhor memória em palavras. Outro recordista na área é Gilson Souza da Silva, de Pinhalzinho (SP), com a Memória mais rápida do país, baseado nas regras internacionais de Speed Memory.

Fontes: Super Interessante e UOL Saúde
Redação: Fátima Pires