Maior valor adicionado por km² na produção rural

Recorde é da cidade de Tupandi (RS), que em 2013 atingiu R$ 2,408 milhões/km². O índice é utilizado para o repasse do ICMS aos municípios brasileiros

12/05/2015
3756 Acessos
Imprimir
Maior valor adicionado por km² na produção rural
Em 2013, Tupandi atingiu R$ 2,408 milhões/km² na produção rural / Foto: Divulgação/ Prefeitura de Tupandi
A cidade de Tupandi (RS) conquista em 2015 o recorde junto ao RankBrasil de Maior valor adicionado por km² na produção rural, atingindo o índice de R$ 2.408.159 em 2013.

Este número é basicamente a diferença entre as vendas e as compras, ou seja, é o valor que uma propriedade rural ou um município agrega a um determinado produto ou serviço.

Segundo o prefeito, Hélio Inácio Muller, este indicador é considerado para o repasse do ICMS. “3,5% do ICMS arrecadado em todo o estado do Rio Grande do Sul é distribuído aos municípios de acordo com o índice da produtividade primária, no qual Tupandi está em primeiro lugar há muitos anos”, destaca.

Entre os setores responsáveis pelo recorde estão a produção de frangos e suínos nos regimes de integração e também o leite, gado de corte e frutas cítricas. Dados da Secretaria Municipal da Agricultura mostram que são produzidos anualmente na cidade 35 milhões de aves de corte, mais de quatro milhões de dúzias de ovos e cinco milhões de litros de leite, e estão alojados cerca de 60 mil suínos e dois mil bovinos de corte.

Para manter os números, o prefeito acredita na necessidade de estimular os investimentos, mantendo e ampliando cada vez mais os incentivos concedidos através do município. Ele atribui o título brasileiro ao empenho da população, em especial dos produtores e trabalhadores do setor rural.

“Uma cidade com pouco mais de quatro mil habitantes ser reconhecida nacionalmente como a mais produtiva do Brasil é certamente motivo de orgulho para todos”, afirma. Conforme Hélio Muller, os resultados deixam claro que com trabalho e investimento é possível gerar renda e melhorar consideravelmente as condições de vida da população.

Entre os setores responsáveis pelo recorde estão a produção de frangos e suínos nos regimes de integração e também o leite, gado de corte e frutas cítricas / Foto: Divulgação/ Prefeitura de Tupandi

Crescimento econômico
O alto índice na produção rural evidencia a elevação da economia. “Observou-se em Tupandi e vizinhança um aumento na renda das pessoas”, conta o prefeito. Segundo ele, o município se emancipou em 1988 e antes disso era uma localidade com poucas perspectivas, com os mais novos migrando para as regiões metropolitanas.

“O desenvolvimento do setor primário provocou o movimento inverso, fazendo com que muitos retornassem à cidade natal e os jovens permanecessem aqui”, comenta. De acordo com o Hélio Muller, o crescimento econômico é comprovado pelos números: “De 2004 a 2012 o PIB per capita mais do que triplicou, passando de R$ 15 mil para mais de R$ 51 mil. Isso levou Tupandi da 74ª à sétima posição no estado”.

Incentivo
O município tem área total de 60 km² e aproximadamente 4.300 habitantes. “Tupandi é uma localidade pequena, mas suas propriedades rurais são altamente produtivas, utilizando principalmente mão de obra familiar, diz o prefeito. “A população tem vocação rural e empreendedora”, completa.

Conforme ele, a prefeitura continua incentivando a agropecuária: “Quem decide investir recebe benefícios desde a terraplanagem até um auxílio em dinheiro por metro quadrado construído. Também existe uma bonificação de acordo com o que é produzido em cada propriedade rural”.

Sobre o recorde, Hélio Muller ainda fala da importância de destacar o trabalho e a dedicação dos produtores, “os quais tiveram coragem de realizar investimentos e tomar financiamentos para elevarem o nível de produtividade”.

Redação: Fátima Pires

Confira a galeria de imagens
Maior valor adicionado por km² na produção rural

Algumas citações na mídia:
O Nortão
Folha Geral
Vale Feliz
Folha da Cidade Tiete