Dia do Médico faz referência a santo da Igreja Católica

Data deve ser lembrada como forma de parabenizar os profissionais que salvam vidas

18/10/2012
7644 Acessos
Imprimir
Dia do Médico faz referência a santo da Igreja Católica
O Dia do Médico, que é comemorado nesta quinta-feira, 18 de outubro, foi escolhido em referência ao santo da Igreja Católica e padroeiro da medicina, São Lucas.

De acordo com relatos históricos, São Lucas – um dos quatro evangelistas do Novo Testamento da Bíblia Sagrada – estudou medicina em Antióquia, cidade localizada em região atualmente pertencente à Síria.

Bondoso, o santo peregrinou por muitos lugares curando as pessoas sem cobrar nada e desafiando instituições políticas. Além de médico, ele foi pintor, músico e historiador. Mesmo sem conhecer Jesus, escreveu o Evangelho, transmitindo suas palavras.

Além do Brasil, o Dia do Médico é comemorado em muitos outros países cristãos, que também adotaram São Lucas como padroeiro da medicina, entre eles, Portugal, França, Espanha, Itália, Bélgica, Polônia, Inglaterra, Argentina, Canadá e Estados Unidos.

Médicos que fizeram história
Para marcar a data, o RankBrasil destaca médicos brasileiros que fizeram história no país pela dedicação e visão inovadora. Entre os profissionais está o cirurgião Euryclides de Jesus Zerbini, que realizou o primeiro transplante de coração do Brasil, e Adib Janet, responsável por implantar a primeira ponte de safena.

Na oportunidade, o RankBrasil parabeniza os médicos do SUS de Belo Horizonte – MG, que não mediram esforços para atender o eletricista aposentado Francisco das Xagas Silva, sobrevivente ao maior número de paradas cardíacas, em um total de 70.

Também merecem destaque os profissionais que acompanham os avanços tecnológicos. Entre eles estão os integrantes das equipes do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo, que realizaram a primeira cirurgia cardíaca minimamente invasiva totalmente robotizada, e o primeiro transplante multivisceral do país.

O RankBrasil ainda faz questão de mencionar o médico Rogério Francisco Corrêa de Oliveira, que além de um excelente profissional, é um exemplo de luta pela vida, conquistando o recorde brasileiro de maior tempo diabético insulino dependente.

Primeira faculdade de Medicina
A primeira faculdade de Medicina do Brasil foi fundada em 18 de fevereiro de 1808 e atualmente está vinculada à Universidade Federal da Bahia. No dia 1° de abril de 1813 a escola se transformou em Academia Médico-Cirúrgica e em 03 de outubro de 1831, recebeu o nome de Faculdade de Medicina da Bahia.

Redação: Fátima Pires