Primeira cidade brasileira com coleta seletiva de lixo

O lixo reciclável é coletado em todos os bairros da capital paranaense e diariamente enchem 42 caminhões

04/10/2007
31203 Acessos
Imprimir
Primeira cidade brasileira com coleta seletiva de lixo
Foto: Acervo RankBrasil
Curitiba foi a primeira cidade brasileira a implantar o Sistema de Coleta de Lixo Seletivo e em 2007 entra para o RankBrasil. Tudo começou em 1989 e atualmente o programa atinge 100% da cidade, que tem uma produção de 2,2 mil toneladas de lixo seco por dia. Deste total, 550 toneladas são separadas, o que significa que 70% da população curitibana contribui com a coleta seletiva.

A questão dos resíduos sólidos da cidade desperta muito interesse e é vista como modelo por todo o país. Os resíduos são recolhidos por caminhões conhecidos como ´Lixo que não é Lixo´ e também por um exército de trabalhadores informais, que ganham a vida com a coleta do material, que não teria nenhuma importância para a maioria das pessoas.

O lixo reciclável é coletado em todos os bairros da capital paranaense e diariamente enchem 42 caminhões. Porém, essa quantia não representa a totalidade do material que é separado nas casas, comércio e empresas, pois na cidade existem muitos catadores de lixo reciclável e através de acordo com lojas e condomínios, arrecadam o material.

No Paraná, dos 399 municípios, 124 ainda despejam os resíduos em lixões a céu aberto. O site do Instituto Akatu revela que 88% dos municípios brasileiros não têm aterro sanitário. Enquanto as cidades que têm, gastam R$ 4,6 bilhões para manter esses locais.

Para tentar reduzir o número de lixões, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente lançou no Paraná o programa ´Desperdício Zero´ e pretende reduzir em 30% o volume de lixo gerado. Segundo a secretaria, já foram investidos R$ 6,5 milhões na construção de aterros sanitários em 57 municípios.

A reciclagem de lixo é uma das grandes questões da humanidade, porque atua em duas vertentes do processo de consumo, evita o desgaste de recursos naturais e também o abandono do material no meio ambiente.

Além da coleta seletiva, a capital paranaense faz uma coleta específica para lixo tóxico domiciliar, como pilhas, baterias e remédios. O lixo comum é destinado ao aterro sanitário, que também recebe os resíduos de mais 14 municípios da região metropolitana.

Muitos anos após a implantação do sistema, Curitiba tem o maior índice de aproveitamento de lixo reciclável entre as cidades do Brasil e esta ideia pode ser levada para todo o país.

Tempo de decomposição do lixo


Papel 3 meses
Palito de fósforo 6 meses
Ponta de cigarro 1 a 2 anos
Goma de mascar 5 anos
Lata 10 anos
Sacos plásticos 30 a 40 anos
Garrafa pet Mais de 100 anos
Fraldas descartáveis 600 anos
Latinha de cerveja 200 anos
Tecido 100 a 400 anos
Vidro Mais de 4000 anos
O que pode reciclar O que não pode
Papel Papel carbono
Papelão Celofane
Caixas Papel Vegetal
Jornais Papel encerado
Revistas Papel higiênico
Livros Guardanapos
Cadernos Fotografias
Cartolinas Fitas
Embalagens longa-vida Etiquetas adesivas
Sacos plásticos Plásticos metalizados (salgadinhos)
CDs Isopor
Disquetes Espelhos
Embalagens Plásticas Cristais
Garrafas PET e vidro Cerâmica
Canos Porcelana
Plástico em geral Computadores
Frascos em geral Clips
Copos Grampos
Vidros em geral Esponja de aço
Latas de alumínio Pregos
Latas de Produtos Alimentícios Canos
Embalagens metálicas de congelados Termofax
Tampas de garrafas Lenços de Papel


Curiosidades
> Uma pessoa produz todos os dias uma média de 1,2kg de lixo;
> O Brasil produz cerca de 115 mil toneladas de lixo por dia;
> 30% do lixo produzido é composto de materiais recicláveis como papel, vidro, plástico e latas;
> O Brasil recicla menos de 5% do lixo urbano que produz;
> Pelo menos 35% do lixo que produzimos poderiam ser reciclados ou reutilizados, e outros 35%, serem transformados em adubo orgânico;
> Para a produção de uma tonelada de papel são derrubados vinte eucaliptos, que demoram sete anos para crescer;
> Cada lata de alumínio reciclada economiza energia elétrica equivalente a manter uma lâmpada de 60 watts acesa por quatro horas;
> Uma torneira que pingue durante todo o dia representa 190 litros de água jogados fora;
> A reciclagem de 100 toneladas de plástico evita o uso de uma tonelada de petróleo;
> Atualmente, no Brasil, milhares de famílias se favorecem dos resíduos sólidos que são fabricados todos os dias. Separá-los evita que pessoas precisem revirar sacos de lixo.


Redação: Raquel Susin
Revisão: Fátima Pires