Livro que relata o primeiro sequestro aéreo

O recorde é de José Mário Miguez, da cidade de Aragarças - GO

28/11/2007
7706 Acessos
Imprimir
Livro que relata o primeiro sequestro aéreo
Foto: Arquivo pessoal - José Mário Miguez
O escritor José Mário Miguez, da cidade de Aragarças - GO, entra para o RankBrasil por um resgate histórico.

Em seu livro ´O primeiro sequestro aéreo da história da humanidade´, ele traz a tona um fato esquecido por muitos, mas historicamente importante: a Revolta de Aragarças, que culminou no primeiro sequestro aéreo que se tem conhecimento.

O sequestro foi comandado por oficiais da FAB – Força Aérea Brasileira – revoltosos com o governo Juscelino Kubitschek. Segundo eles, era um governo corrupto e comprometido com o comunismo.

O coronel Haroldo Veloso, mentor intelectual do motim, tinha como objetivo bombardear os palácios Laranjeiras e do Catete, no Rio de Janeiro, e invadir as bases de Santarém e Jacareacanga, no Pará, derrubando assim o mandato JK.

Conforme relatos que constam do livro de Miguez, no dia 02 de dezembro de 1959, o quadrimotor da Panair do Brasil, Constellation, partiu do Rio de Janeiro com destino a Belém.

Entre os 38 passageiros do avião sequestrado, estavam a bordo o então presidente do Banco da Amazônia, vários políticos, seis jornalistas e oito tripulantes. O major-aviador Éder Teixeira Pinto e outros oficiais não identificados viajavam para fiscalizar o vôo.

Nas pesquisas, Miguez encontrou depoimentos de autoridades da época, onde narram detalhes do sequestro, e informações precisas, como a hora exata em que o fato aconteceu: às 23 horas do dia 03 de dezembro.

O sequestro durou 36 horas, tempo suficiente para o governo JK ficar ciente da revolta que se iniciava e tomar as providências a fim de reprimir os rebeldes.

Mesmo tendo sido planejada um ano antes de acontecer, a Revolta de Aragarças não obteve muitos adeptos. Os líderes da revolução fugiram nos aviões para o Paraguai, Bolívia e Argentina e só voltaram para o Brasil no governo Jânio Quadros.


Redação: Munique Luciano
Revisão: Fátima Pires