Maior quadrilha junina

Reunindo 1.010 pares, Campina Grande quebra mais uma vez o próprio recorde brasileiro

11/06/2019
4096 Acessos
Imprimir
Maior quadrilha junina
O diretor do RankBrasil, Luciano Cadari entrega o troféu do RankBrasil para os organizadores da quadrilha junina / Foto: RankBrasil
A Prefeitura Municipal de Campina Grande (PB) quebrou mais uma vez o próprio recorde junto ao RankBrasil, de Maior quadrilha junina. O desafio aconteceu em 11 de junho de 2019, no Parque do Povo, durante a tradicional festa do Maior São João do Mundo. Desta vez a cidade reuniu 1.010 pares na dança típica.

O diretor do RankBrasil, Luciano Cadari esteve presente para contabilizar os números e oficializou a nova marca com entrega do troféu. O município conquistou o título pela primeira vez em 2013, com 628 pares, superando também em 2014 (716), 2015 (725), 2016 (746), 2017 (885) e 2018 (908).

Cadari comenta que é uma satisfação acompanhar mais uma vez a superação deste recorde. “O RankBrasil admira o evento do Maior São João do Mundo e recomenda que pessoas de outras cidades e estados participem desta incrível festa junina, que dura um mês inteiro: é um momento mágico, que vale muito a pena”, destaca.

Segundo a coordenadora de Eventos da Secretaria de Esportes Juventude e Lazer (SEJEL) e coordenadora da quadrilha junina nos anos de 2018 e 2019,
Vânia de Souza Severino Santos, realizar esta dança típica nesse formato não é tarefa fácil e é preciso planejar com bastante antecedência. “Outra dificuldade é manter os participantes alinhados para fazer a contagem necessária”, diz.

Ela comenta que Campina Grande é considerada a cidade do Maior São João do Mundo e associar esse título de Maior quadrilha junina agrega valores ao evento. “Ser destaque e incentivar a cultura nativa enche de orgulho os campinenses, pois além de ser palco de 30 dias de festa e muito forró, não perde sua essência e a cidade ganha um ar diferenciado durante esse período”.

A coordenadora enfatiza a importância da superação da marca junto ao RankBrasil, por se tratar de um título de referência à cultura local. “Este recorde só é possível porque contamos com milhares de pessoas da cidade e de municípios vizinhos, que são visivelmente apaixonadas pelo clima junino”, conta.

Em uma avaliação da evolução da quadrilha junina de Campina Grande, desde 2003 quando conquistou a marca pela primeira vez, até 2019, Vânia cita uma fala do secretário de Esportes de Campina Grande, Teles Albuquerque: “Estabelecer esta marca e a cada ano superá-la não é tarefa é fácil. Quando o recorde é quebrado já tem início o trabalho e planejamento para que o ‘quadrilhão’ do ano seguinte seja maior, melhor e mais organizado”.

De acordo com a coordenadora, a Maior quadrilha junina do Brasil ganha essa evolução surpreendedora porque os participantes unidos abraçaram o evento e são valorizados como peças fundamentais para um novo recorde. Como nos anos anteriores, a dança típica contou a participação de crianças, adultos, idosos, pessoas especiais e integrantes de quadrilhas oficiais, através da Associação de Quadrilhas Juninas.

Maior bolo de milho
Durante o Maior São João do Mundo de 2019, Campina Grande (PB) também quebrou o próprio recorde de Maior bolo de milho. A iguaria, que teve cobertura de canjica, mediu 39,86 metros de comprimento e pesou 544 quilos. Aproximadamente três mil pedaços foram distribuídos gratuitamente para os participantes da festa.

O Maior São João do Mundo
Este ano o Maior São João do Mundo acontece entre 7 de junho e 7 de julho. O tradicional evento atrai anualmente cerca de dois milhões de turistas. Entre as atrações estão festival de quadrilhas, shows musicais e barracas de comerciantes locais para a valorização da gastronomia.