Maior coleção de embalagens de chocolate

O novo recordista do RankBrasil é Claudio Fieri Junior, da cidade de Campinas – SP

17/05/2011
10448 Acessos
Imprimir
Maior coleção de embalagens de chocolate
Foto: Arquivo pessoal - Claudio Fieri Junior
Claudio Fieri Junior, de Campinas – SP, possui a Maior coleção de embalagens de chocolate do Brasil. São 1.793 papéis de embrulho de bombons, tabletes, confeitos, wafers, drageados, trufas, entre outros.

O recorde foi homologado em 17 de abril de 2011. As auditoras do RankBrasil, Regiane dos Santos e Camila Geliane de Cristo, foram até Campinas para contar as embalagens e conferir o título.

Todos os papéis de chocolate que o recordista coleciona têm a marca do fabricante, nome fantasia, CNPJ e data de validade do produto. “A verdade é que adoro chocolates e assim fica muito mais fácil fazer esta coleção”, confessa.

Em 1986, Cláudio teve seu primeiro contato marcante com os papéis de embrulho, ao trabalhar em uma fábrica de chocolates, em São Paulo. “Achava as embalagens uma arte, pelas diferentes cores e os inúmeros detalhes”, lembra.

Mas a coleção só teve início em 1990, quando ele começou a guardar um pedaço de cada embalagem dos produtos da empresa.

Os papéis de chocolate eram distribuídos numa pasta, separadas por tipos e sabores: “Uma folha tinha os de bombons recheados, outra de tabletes de chocolate branco, com castanhas, amendoim, etc.”.

Mais tarde, Claudio diversificou a coleção, pegando embalagens no chão. “Algumas tive que remendar com fita adesiva e limpar com algodão, para que ficassem perfeitas na pasta”, comenta.

Quando a coleção cresceu, o recordista resolveu mudar a forma de arquivar. “Decidi colar as embalagens em folhas sulfites, para que fossem facilmente visualizadas e para poder compará-las e não obter papéis de embrulho repetidos”, completa.

Agradecimentos
Pela conquista do recorde, Claudio diz que muitas pessoas o ajudaram, principalmente a família e os amigos. “Muita gente me incentivou para a realização deste sonho, que é fazer parte do RankBrasil. Agradeço a todos que contribuíram para engordar minha coleção”, destaca.

Novas embalagens
Segundo o recordista, a busca por novas embalagens continua. Ele procura papéis de embrulho diferentes em sites de fabricantes e através de contatos com algumas indústrias.

Claudio também procura aumentar a coleção visitando mercadinhos, lojas de conveniência, bares na beira da estrada e lojinhas de R$1,00. “Vale tudo, até comprar o chocolate só por causa do papel”, finaliza.

Redação: Fátima Pires