Maior coleção de bonecos Ken

Com 101 diferentes itens, recorde pertence ao jornalista Bernardo Guedes, de Novo Hamburgo (RS)

25/10/2018
1149 Acessos
Imprimir
Maior coleção de bonecos Ken
Bernardo Guedes tem a Maior coleção de bonecos Ken do país, recorde reconhecido pelo RankBrasil / Foto: Jeferson Paz
O jornalista de Novo Hamburgo (RS), Bernardo Guedes entra para o RankBrasil em 2018 pela Maior coleção de bonecos Ken. Ele possui ao todo 101 diferentes exemplares do namorado da Barbie.

De acordo com o gaúcho, a ideia de colecionar surgiu depois de adulto, quando conheceu um dos maiores colecionadores de Barbie do Brasil ao fazer uma reportagem. “Contei sobre minha paixão pelos bonecos Ken e ele me convidou a participar de um encontro de colecionadores. A partir daí teve início a minha coleção”, diz.

Bernardo gosta de comprar os bonecos em lojas. O jornalista possui exemplares adquiridos online, mas comenta que prefere pegar os bonecos na mão e olhar os detalhes. “Coisas de colecionador mesmo”, revela. Ele também possui itens comprados em viagens que fez por outros países, como Argentina, Estados Unidos e México.

Para o recordista, a coleção representa muito amor. “Os bonecos me fazem feliz: gosto de brincar com eles e com as roupinhas, e sempre que vou viajar levo alguns e até tiro fotos nos lugares”, conta. O gaúcho ainda comenta sobre a carinha das crianças e de alguns adultos quando conhecem a coleção. “Eles ficam loucos”.

Na oportunidade, Bernardo enfatiza a necessidade do brincar na infância, de sair do computador e do celular e usar a criatividade, a motricidade fina. “Acredito que a boneca (objeto milenar) assim como outros brinquedos ajudam muito na formação das crianças como bons seres humanos”.

Pela importância da coleção, os exemplares ficavam expostos em um quarto somente para os bonecos, em estantes apropriadas. “Como me mudei recentemente para um apartamento, hoje estão guardados cuidadosamente em caixas, em suas embalagens originais”, comenta.

Conforme ele, o recorde junto ao RankBrasil é um sonho. “Nunca achei que o amor pelo Ken iria me levar tão longe”, diz. “Só quem coleciona sabe o amor que temos pelos nossos bonecos”, completa. Ele fala que a partir de agora é pensar sobre o que fazer com este título: “São infinitas possibilidades, entre exposições, trabalhos voluntários, talvez até tentar o Guinness World Records”.

A paixão pelo boneco
Bernardo queria muito um boneco Ken na infância. Ele brincava de Barbie com as amigas, mas não podia ter uma por ser considerado um brinquedo de menina. “Fiz um acordo com minha família, que se eu tirasse boas notas, arrumasse o quarto e doasse alguns brinquedos, ganharia o Ken”.
Colecionador possui ao todo 101 diferentes exemplares do boneco Ken, o namorado da Barbie / Foto: Jeferson Paz

No Natal daquele mesmo ano o gaúcho foi presenteado com o seu primeiro exemplar, que na época se chamava Bob, porque o fabricante achava que o nome Ken era difícil de pronunciar no Brasil. “Este exemplar é tão especial pra mim que até mandei fazer uma roupa igual a do boneco para eu brincar de cosplay (fantasiar-se e imitar um personagem)”.

Segundo o recordista, que atualmente tem 40 anos de idade, cada item da coleção tem uma história. “Tem os que são assinados pelos designers da fabricante Mattel dos Estados Unidos; os com valor sentimental, que eu brincava quando criança; e os exemplares raros, com poucos no mundo. “Também tenho o Blaine, o boneco causador da separação do Ken e da Barbie na história contada pela Mattel.

Solidariedade
O jornalista conta que através da coleção ele procura ajudar as pessoas. Em Montenegro (RS), cidade na qual trabalha, existe um grupo de senhoras que faz roupinhas de bonecas. “Eu consegui arrecadar doação de bonecas para serem vestidas e entregues no Natal às meninas em vulnerabilidade social”.

Recentemente Bernardo conheceu a Liga dos Heróis da cidade de Carazinho (RS): “Eles se vestem de personagens e vão até hospitais visitar crianças doentes. Estou me organizando com uma amiga para também fazer isso como voluntário”.

Boneco Ken
O boneco Ken Carson foi introduzido pela empresa norte-americana Mattel em 1961, com uma vasta linha de roupas e acessórios. No Brasil o lançamento original ocorreu através da Estrela em 1984 com o nome Bob, mas passou a ser chamado de Ken alguns anos depois.

Ele e a Barbie se conheceram em um set de comercial de TV e se apaixonaram, até o dia em que ela foi para a Austrália e encontrou o Blaine, trocando de namorado. Segundo o colecionador, como estratégia de marketing, quando o Ken completou 50 anos pediu a Barbie em namoro novamente, a qual aceitou, sendo lançados novos bonecos. O reencontro aconteceu no filme Toy Story 3.