Tecladista mais rápido

310 batidas por minuto garantem ao músico Danilo Mendes Viana a entrada para o RankBrasil

24/04/2009
30290 Acessos
Imprimir
Tecladista mais rápido
Foto: Arquivo pessoal - Danilo Mendes Viana
Danilo Mendes Viana, da cidade do Rio de Janeiro - RJ, entra para o RankBrasil em 2009, com o título de Tecladista mais rápido do país.

O recordista executa, no linguajar técnico, uma figura rítmica de semicolcheia a 310bpm, em uma técnica mecânica.

Bmp (batidas por minuto) é um termo bastante utilizado musicalmente, que diferencia as músicas mais lentas das mais rápidas.

Uma música com andamento médio apresenta em torno de 140bpm. Já uma música considerada rápida, 190bpm.

Para entender melhor este recorde homologado é importante saber que, na terminologia musical, tempo é o nome dado à pulsação básica subjacente de uma composição musical qualquer.

Cada batida do metrônomo (relógio que mede o tempo musical) corresponde a um tempo. Em música, os tempos estão diretamente relacionados com a pulsação da canção e não com o som em si. Desta forma, o tempo musical se refere ao espaço entre um som e outro, ou ausência deste.

A rapidez de Danilo ao tocar as notas do teclado é fruto de um dom lapidado com muito estudo. A música entrou em sua vida aos 12 anos, quando, influenciado por sua grande admiração por artistas mundialmente conhecidos, começou a se dedicar às aulas de piano clássico na Escola de Música Villa Lobos, no Rio de Janeiro, uma das principais do gênero no país.

Já na adolescência, apresentava-se tocando músicas de extrema dificuldade e aos 17 anos, começou a dar aulas de piano.

Em 2008, Danilo foi convidado a tocar, entre outros, com o músico Tiago Della Vega, guitarrista que vem recebendo muitos elogios da crítica mundial, e o baixista Éderson Prado, outro grande talento nacional.

Outras oportunidades de ver o tecladista mais rápido do Brasil são nas apresentações pelo país do Della Vega Project e nos workshops de clínicas de teclado e piano, que ele ministra por diversas cidades.


Redação: Keyla Barros
Revisão: Fátima Pires

Algumas citações na mídia:
Blog Do Dito