Maior número de peças com cabelos

Com 32 itens, entre roupas, chapéus, quadros e até uma escultura, cabeleireira de São Paulo mostra seu talento e originalidade

01/06/2012 10:00:00
5091 Acessos
Imprimir
Maior número de peças com cabelos
A cabeleireira e estilista da capital paulista, Maria Rita Dias, entra novamente para o RankBrasil em 2012, pelo Maior número de peças confeccionadas com cabelos humanos.

Talento original, a recordista produziu 32 peças, entre roupas, chapéus, quadros, bolsa, sandálias, colares e até uma escultura. São itens variados, mas com a mesma e inusitada matéria-prima: cabelos de pessoas.

Nascida na cidade de Poções – BA, Maria Rita é cabeleireira há 13 anos e há oito ela confeccionou a primeira peça de sua coleção. “Durante uma madrugada tive a ideia e então criei meu primeiro top e uma saia”, lembra.

Há cerca de um ano, a cabeleireira percebeu que podia fazer muitas outras coisas com cabelos e começou a produção dos mais diversos produtos: “Usando a criatividade e com força de vontade é possível fazer qualquer peça a partir desta matéria-prima”.

Entre os itens da coleção, a recordista destaca dois quadros, um de um tigre e outro de sua sobrinha. “Eles ficaram lindos e chamam muito a atenção, surpreendendo a todos que os visualizam”, diz.

Sobre conquistar um novo recorde brasileiro e entrar mais uma vez para o RankBrasil, Maria Rita conta que é um sonho realizado, uma satisfação. “Isto mostra minha capacidade de superação e que posso realizar todos os meus objetivos: considero-me uma vitoriosa por duas vezes”, comemora.

Ela comenta ainda que pretende produzir novos produtos: “Fico imaginando o que mais posso criar com cabelos e sei que ainda terei muitas outras inspirações e acabarei surpreendendo a mim mesma”.

Para os interessados em um produto exclusivo e bastante diferente, Maria Rita nunca vendeu as peças, mas não descarta a possibilidade de comercialização. “É um trabalho demorado e o valor de cada item deve ser compatível ao tempo dedicado”, completa.

Materiais e técnicas
Segundo a recordista, a matéria-prima utilizada é reaproveitada de seu próprio salão de beleza, com os cortes dos clientes. Quando precisa de maior quantidade, ela adquire o produto em lojas especializadas em cabelos.

Para a produção de roupas, Maria Rita explica que faz a cor desejada a partir de coloração, colorindo ou descolorindo, e então aplica os cabelos no tecido.

Nos trabalhos de arte, ela revela que, depois de colorir, picota os cabelos, buscando sempre um trabalho de qualidade. A confecção das peças exige outros materiais, como tecidos, tela, pincel, cola, tintas para obter a cor, spray secante, água e tesoura.

Outro recorde
Maria Rita Dias também está no RankBrasil pela Maior coleção de roupas confeccionadas com cabelos humanos, recorde que foi conquistado no ano de 2010.

Redação: Fátima Pires

    Coleção recordista
  • 14 peças de roupa
  • 5 quadros
  • 2 sandálias
  • 2 colares
  • 2 chapéus
  • 1 porta caneta com passarinho
  • 1 cachorro
  • 1 escultura
  • 1 jarra
  • 1 bolsa
  • 1 pulseira
  • 1 par de brincos



Algumas citações na mídia:
Montes Claros
Portal Prudentino
Rádio Web Brasil
A Voz Da Serra