Maior jornada de carro

Rui Machado e Darci Moré percorreram 28 mil quilômetros em 80 dias

26/11/2004
9250 Acessos
Imprimir
Maior jornada de carro
Rui Machado e Darci Moré são os novos recordistas do RankBrasil, que fizeram a Maior jornada de carro do país. A viagem teve início em 07 de setembro de 2004, com saída em Miami, atravessando os Estados Unidos, em uma Van Dodge ano 95.

Em 81 dias, eles percorreram 28.460 quilômetros, atravessaram 14 fronteiras e adquiriram muita experiência. Em 26 de novembro, os recordistas chegaram a Francisco Beltrão - PR, o destino final da aventura. A ideia foi levar a todos os tradicionalistas que vivem nos países por onde passaram, a mensagem de entrelaçamento dos povos.

Darci, que morava em Miami, tinha o sonho de voltar ao Brasil de moto, mas achou muito solitário, então fez o seguinte anúncio na internet: "Louko procura loukos para viagem de carro ao Brasil". Desta forma conheceu Rui, que tinha o mesmo sonho.

A partir de setembro de 2003, eles começaram as várias reuniões, preparativos e compra de materiais que trouxeram, como computador, filmadora, máquinas fotográficas, mapas de todos os países, entre outros objetos.

Em outubro de 2002, quando Rui saiu do Brasil, falou a um amigo que pretendia voltar de carro, e ele disse que iria lhe esperar em algum país. Foi então que combinaram mais tarde que seria no Equador.

Os planos continuaram e foi concluído no mês de novembro. O amigo de Rui e mais algumas pessoas saíram de Francisco Beltrão e o grupo se juntou com a dupla de recordistas e desceram até a Argentina.

Contato com os recordistas durante a viagem
No dia 16 de setembro, a dupla entrou em contato. Eles estavam no sul da Flórida, seguindo para Washington. No dia 21 de setembro, Rui e Darci estavam em Boston a caminho das Cataratas do Niáguara e depois iriam atravessar até São Francisco. Eles já percorreram mais de 4.000 km, e passaram por 13 estados.

Até o dia 23 de outubro, a dupla já viajou 18.500 km até Managua - Nicaragua, depois de ter atravessado os Estados Unidos de leste a oeste, passando por 26 estados, descendo ao Texas e chegando ao México por Nuevo Laredo, e após Guatemala, El Salvador, Honduras e Nicarágua.

"Passamos em todas as capitais e alguns pontos turísticos de todos os países, apesar que são poucos na América Central, mas estamos sendo bem recebidos, e quando se fala em Brasil, é tudo com espírito festivo", diz Rui.

Mas o que mais vem chamando a atenção destes aventureiros é a diferença de cultura de cada país em que chegam. "É só passar a fronteira que dá pra ver a grande diferença, desde valores das moedas, alimentação, roupas, músicas e vários outros costumes", destaca Darci.

No dia 02 de novembro, a dupla já está no Panamá, com quase 20.000 km percorridos. Irão se encontrar com o grupo de amigos de Francisco Beltrão, que estão a caminho de Quito.

Após o último contato com os recordistas, que estavam em Nicarágua, eles seguirão para a Costa Rica, onde ficaram uma semana. Atravessaram do Pacífico ao Atlântico para as praias do Caribe. "Conhecemos o vulcão Arenal que está ativo e a noite é muito lindo, chegando a iluminar as montanhas com suas larvas de fogo", conta o aventureiro.

Os recordistas também conheceram a oitava maravilha do mundo, que é o canal do Panamá. "A capital é muito bonita e fizemos um caminho diferente: da Costa Rica ao Panamá entramos pela fronteira norte e as montanhas lembram muito nosso sul", completa.

Estes aventureiros pretendem chegar ao Brasil até o final de novembro, adiantando a chegada que estava prevista para o início de dezembro.

Dia 15 de novembro, Rui e Darci se encontraram em Quito com um grupo de Francisco Beltrão, que percorreu 8.000 km para chegar até o marco zero da linha do Equador. "Foi emocionante, porque já estamos a 70 dias na estrada com mais de 21.000 km percorridos e com três carros e dez pessoas, a viagem ficou mais divertida", diz Rui.

A dupla embarcou do Panamá para a Colômbia de avião, e o carro foi direto para o Equador. Na Colômbia, ficaram por quatro dias de hóspede do amigo Dom Valentin, que se encarregou de os levar aos principais pontos turísticos. Como melhor visita, eles destacam a Catedral de Sal, no Equador. O guia turístico é o grande amigo Cristobal Cubero.

Dia 26 de novembro foi a chegada de Rui na sede do RankBrasil em Curitiba, onde foi recepcionado pelos diretores Luciano e Iolete Cadari e pela jornalista Aline F. Cardoso.

Certificação
Rui Machado esteve novamente em Curitiba no dia 10 de dezembro de 2004, recebendo o certificado da equipe do RankBrasil.


Redação: Aline F. Cardoso
Revisão: Fátima Pires

Algumas citações na mídia:
Paraná Online