Treinamento em ressuscitação cardiopulmonar pode salvar vidas

Apesar da importância do mutirão, SOCESP não conseguiu reunir o número necessário de participantes para superar o próprio recorde

18/05/2016
2437 Acessos
Imprimir
Treinamento em ressuscitação cardiopulmonar pode salvar vidas
Participantes do treinamento realizaram a massagem cardíaca no ‘boneco Guizinho’, feito com materiais recicláveis / Foto: RankBrasil
A SOCESP – Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo – realizou em 28 de maio um mutirão de Treinamento em Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP). O evento aconteceu no Transamerica Expo Center, na capital paulista, paralelamente ao 37° Congresso da SOCESP.

Apesar da importância do treinamento, que pode salvar vidas, a Sociedade de Cardiologia não conseguiu atingir o número necessário de pessoas para superar o próprio recorde, obtido em 2015. Este ano, entre os fatores que prejudicaram o desafio estão o tempo instável e o feriado de Corpus Christi.

O representante do RankBrasil, Luciano Cadari acompanhou o evento. Mesmo sem certificar a nova marca, ele elogiou a organização do mutirão que contou com o apoio da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e do Corpo de Bombeiros.

A atividade reuniu alunos da rede pública a partir de 11 anos de idade e público em geral. Os participantes realizaram a massagem cardíaca no ‘boneco Guizinho’, feito com materiais recicláveis. As novidades de 2016 foram um boneco interativo para o treinamento com as crianças e atrações circenses.

Congresso
O 37º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP) aconteceu entre os dias 26 e 28 de maio. Com o tema central ‘A Cardiologia Atual e Futura’, o evento foi marcado por novidades científicas e tecnológicas. Participaram profissionais renomados do Brasil e de outros países. A programação contou com apresentação de estudos e casos clínicos reais, além da realização de colóquios, fóruns, oficinas, mesas-redondas e workshops.