Maior número de coletes colocados fazendo embaixadinhas

Recorde pertence a José Luiz da Silva Berto, de São João da Barra (RJ), que é mais conhecido como professor Caniddia

03/11/2020
Imprimir
Maior número de coletes colocados fazendo embaixadinhas
Professor Caniddia bate recorde ao colocar 40 coletes fazendo embaixadinhas, no tempo de seis minutos e 49 segundos / Foto: Arquivo recordista
O professor de Educação Física de São João da Barra (RJ), José Luiz da Silva Berto, mais conhecido como professor Caniddia, entra para o RankBrasil em 2020 pelo recorde de Maior número de coletes colocados fazendo embaixadinhas.

Em desafio realizado no dia 3 de novembro, ele colocou 40 coletes sem deixar a bola cair do pé, no tempo de seis minutos e 49 segundos. Para evidenciar o domínio da técnica e talento, o recordista usou o pé direito e o esquerdo simultaneamente.

De acordo com o professor Caniddia, o recorde exigiu muita concentração, técnica e equilíbrio. “Além disto, o desafio foi realizado ao vivo para todo o Brasil através de uma rede social”, destaca.

Ele comenta que já tinha conquistado cinco troféus junto ao RankBrasil pelo Maior número de coletes tirados fazendo embaixadinhas, então resolveu criar esta nova modalidade. “Há um ano também pratico as embaixadinhas vestindo coletes”.

O professor Caniddia afirma que colocar os coletes com a bola no pé é muito mais difícil que tirar. “Esta é a sexta vez que entro para o RankBrasil e isto mostra que realmente sou diferente”, acredita.

Natural do Rio de Janeiro (RJ), ele é um apaixonado por futebol e faz embaixadinhas desde que tinha 10 anos. Há 20 anos, quando parou de jogar futebol profissional, criou o projeto Boletim Legal. Conforme o recordista, o objetivo é incentivar os alunos a melhorarem o comportamento e consequentemente as notas escolares, através da prática esportiva.

Tirando os coletes
O professor Caniddia entrou para o RankBrasil pela primeira vez em abril de 2019, tirando 30 coletes em três minutos e 57 segundos. No mesmo ano ele superou sua marca três vezes e em março de 2020 quebrou novamente o recorde ao tirar 70 coletes em sete minutos e 53 segundos (marca já superada).