Maior escultura confeccionada com balões

O recorde é do artista Costa Brazil, que criou uma caravela com 10 metros de altura

06/07/2006
14309 Acessos
Imprimir
Maior escultura confeccionada com balões
Arquivo pessoal - Costa Brazil
A Maior escultura confeccionada com balões do país é uma caravela de10 metros de altura, produzida em abril de 2000. Foram necessários 10 mil balões de látex (ar), uma equipe de 30 pessoas e uma semana para sua conclusão.

Denominada ´Caravela do descobrimento´, a obra foi idealizada pelo artista Costa Brazil, de Fortaleza - CE, que é especialista em vários segmentos do balonismo artístico e se qualificou na arte em seminários e congressos internacionais.

A escultura foi confeccionada em um estrutura tridimensional, na intenção de homenagear os 500 anos do descobrimento do país.

O artista utilizou também dezenas de varas de alumínio, vários rolos de arame galvanizado, centenas de braçadeiras plásticas, e vários metros de telas de arame, onde foram fixados os balões de látex, com auxílio de clips de papel.

A estrutura interna da escultura, casco e mastros do navio, foi transportada em partes separadas para o interior de um shopping center em Fortaleza, local escolhido para exposição da obra, que aconteceu entre os dias 10 e 26 de abril de 2000.

Por se tratar de um trabalho artístico efêmero, os principais requisitos para exibir uma escultura deste porte era um local bastante alto e climatização com temperatura permanente, nunca superior a 20ºC.

O clima era importante para que os balões de látex não sofressem qualquer alteração brusca, onde facilitaria a decomposição. O calor é um dos fatores negativos para pessoas que trabalham com balões de ar e no nordeste do Brasil, a temperatura elevada é constante.

Para Costa Brazil, a inovação, a qualidade visual e o bom atendimento são as principais características dos trabalhos de sua empresa, que há mais de oito anos é especialista em realizar ornamentações especiais, esculturas, shows e promoções completas, além de ministrar cursos e palestras.


Redação: Cristina Cadari
Revisão: Fátima Pires