Maior medalhista do Brasil na história das Paralimpíadas

Nos Jogos de Pequim, Londres e do Rio, Daniel Dias conquistou ao todo 24 medalhas, sendo 14 de ouro, sete de prata e três de bronze

12596 Acessos
Imprimir
Maior medalhista do Brasil na história das Paralimpíadas
Daniel Dias é dono de 24 medalhas paralímpicas, sendo 14 de ouro, sete de prata e três de bronze / Foto: Fernando MaiaMPIXCPB
Daniel Dias supera o próprio recorde de Maior medalhista do país na história das Paralimpíadas. Nos Jogos de Pequim (2008), Londres (2012) e do Rio de Janeiro (2016), ele conquistou ao todo 24 medalhas, sendo 14 de ouro, sete de prata e três de bronze, sempre em categorias para pessoas com limitações físico-motoras.

Somente no Rio, o nadador subiu ao pódio nove vezes. Com este resultado, Daniel também obteve a marca de maior medalhista mundial da natação masculina paralímpica, superando o australiano Matthew Cowdrey, que tinha o recorde com 23 medalhas obtidas em Atenas (2004), Pequim e Londres.

Nos Jogos de 2016, o brasileiro ganhou ouro nos 100m livre classe S5, nos 50m costas S5, nos 200m livre S5 e nos 50m livre S5. A prata veio com os 100m peito SB4, o revezamento misto 4x50m livre e o revezamento masculino 4x100m livre. Já as duas medalhas de bronze conquistou nos 50m borboleta S5 e revezamento 4x100m medley 34 pontos.

Daniel estreou nas Paralimpíadas em Pequim, quando obteve nove medalhas, sendo quatro ouros (100m e 200m livre S5, 200m medley SM5 e 50m costas S5), quatro pratas (50m borboleta S5, 100m peito SB5, 50m livre S5 e revezamento 4x50m medley), e um bronze (revezamento 4x50m livre).

Na edição inglesa, o nadador obteve 100% de aproveitamento nas provas individuais, conquistando seis medalhas de ouro: nos 50m, 100m e 200m livre S5, 100m peito SB4, 50m costas S5 e 50m borboleta S5. Ele também é dono de seis recordes mundiais e em Jogos Parapan-Americanos ganhou 27 medalhas de ouro: oito no Rio de Janeiro (2007), 11 em Guadalajara (2011) e oito em Toronto (2015).

Daniel ainda disputou os mundiais de natação de Glasgow (Escócia/ 2015), conquistando sete ouros e uma prata; de Montreal (2013), com seis ouros e duas pratas; de Eindhoven (Holanda/ 2010), ganhando oito ouros e uma prata; e de Durban (África do Sul/ 2006), quando faturou três ouros e duas pratas.

Inspiração
O recordista é natural de Campinas (SP), atualmente tem 28 anos de idade e faz parte do time da Petrobras. Ele nasceu com má-formação congênita dos membros superiores e da perna direita. Sua inspiração para a natação surgiu quando viu pela TV o nadador brasileiro Clodoaldo Silva ganhar sete medalhas nos Jogos de Atenas (2004).

Por suas diversas conquistas na natação, Daniel já recebeu três vezes o prêmio Laureus, considerado o ‘Oscar do Esporte’, na categoria de melhor atleta paralímpico. Ele foi premiado nos anos de 2009, 2013 e 2016.

Recorde Superado:
RecordistaAnoNúmero de medalhas
Daniel Dias201215