Maior número de medalhas de ouro no futebol de 5 paralímpico

Time brasileiro venceu todas as edições do torneio, desde que a modalidade foi inserida em Atenas. No Rio de Janeiro, a equipe conquistou o tetracampeonato

10279 Acessos
Imprimir
Maior número de medalhas de ouro no futebol de 5 paralímpico
Equipe brasileira é tetracampeã no futebol de 5 paralímpico, com ouro em Atenas, Pequim, Londres e no Rio / Foto: Alaor FilhoMPIXCPB
O Brasil possui o Maior número de medalhas de ouro no futebol de 5 paralímpico, esporte disputado por atletas com deficiência visual. Ao todo são quatro primeiros lugares.

O tetracampeonato faz do país o único a vencer na modalidade, desde que foi inserida no programa dos Jogos, em Atenas (2004). O time brasileiro também foi campeão em Pequim (2008), Londres (2012) e no Rio de Janeiro (2016).

No Rio, o ouro veio com a vitória por 1 a 0 na final contra o Irã, com gol do atacante Ricardinho aos 12 minutos da etapa inicial. O pódio mais alto na Paralimpíada confirmou o favoritismo da equipe. A medalha de bronze ficou com a Argentina.

Em Atenas, o país foi campeão ao vencer a Argentina por 3 a 2. Em Pequim, derrotou os anfitriões chineses na decisão, pelo placar de 2 a 1. Nos Jogos Paralímpicos de Londres, o Brasil conquistou o tricampeonato vencendo a França por 2 a 0.

A Seleção Brasileira de Futebol de 5 também é tricampeã dos Jogos Parapan-Americanos, com ouro no Rio de Janeiro (2007), Guadalajara (2011) e Toronto (2015). Em campeonatos mundiais é tetracampeã, com vitórias nos torneios realizados no Brasil (1998), Espanha (2000), Hereford (2010) e Tóquio (2014).

Futebol de 5
O futebol de 5 é disputado apenas por pessoas totalmente cegas ou incapazes de distinguir a forma de uma mão, e as regras são baseadas no futsal. Cada equipe é composta de quatro atletas de linha, que utilizam vendas nos olhos para evitar que aqueles que apresentam percepção luminosa levem vantagem. Já o goleiro enxerga normalmente.

Os jogos são disputados em dois tempos de 25 minutos, com um intervalo de 10. A bola oficial é equipada com dispositivo que emite som para direcionar os jogadores. Eles também recebem instruções de três chamadores, que orientam as jogadas.