Tradicional Festa do Queijo de Ipanema promete quebrar recordes

Para ultrapassar as marcas junto ao RankBrasil, município mineiro deve produzir queijo com mais de 1.810 kg e doce de leite mais pesado que 517 kg

14/07/2016
2563 Acessos
Imprimir
Tradicional Festa do Queijo de Ipanema promete quebrar recordes
Ipanema obteve o recorde do queijo pela primeira vez em 2011, superando em quatro anos consecutivos / Foto: RankBrasil
A tradicional Festa do Queijo de Ipanema (MG) vai trazer novamente iguarias gigantes com o objetivo de distribuição gratuita à população e a perspectiva da quebra de recordes. Para ultrapassar as marcas junto ao RankBrasil, a cidade deve produzir queijo minas padrão com mais de 1.810 kg e doce de leite mais pesado que 517 kg.

A pesagem dos alimentos acontece às 14h do dia 30 de julho na sede da Capil, seguindo em desfile até a praça Coronel Calhau, onde serão fatiados e distribuídos. O fiscal do RankBrasil, Luciano Cadari estará presente para acompanhar o processo e possivelmente oficializar os novos títulos com entrega de troféus.

O município obteve o recorde do queijo pela primeira vez em 2011, superando em quatro anos consecutivos. O do doce de leite conquistou em 2013, ultrapassando a marca outras duas vezes. A novidade de 2016 é a produção de um bule gigante com mil litros de queimadinha de leite, também para distribuição gratuita.

A sétima edição da Festa do Queijo de Ipanema acontece entre os dias 29 e 30 de julho. Além dos alimentos gigantes, oferece feira com produtos da culinária do queijo e shows musicais. Também conta com a participação da Escola Municipal de Moda, juntamente com a equipe da Agroindústria local.

O evento é uma promoção da Prefeitura de Ipanema, com o apoio da Cooperativa Agropecuária de Ipanema (Capil) e da fábrica de doces Nhá Nair. Para garantir a correta manipulação de alimentos e receitas inovadoras na festa, a Cozinha móvel do SENAC ficará estacionada na praça da matriz entre os dias 12 e 29 de julho, oferecendo cursos.


Cidade mineira também quer ultrapassar marca de maior doce de leite. Receita deste ano terá 1,3 mil litros de leite e 400 kg de açúcar / Foto:

Fabricação das iguarias
A produção do queijo ocorre vinte dias antes da festa, por conta do Queijeiro da Capil, juntamente com os auxiliares de produção e sob a inspeção da parte técnica. A preparação exige aproximadamente 18 mil litros de leite, além de cloreto de cálcio, coalho, fermento lácteo e sal.

A receita do doce de leite, que terá cozimento a vapor, leva leite, açúcar, glicose e um redutor de acidez. Ele será feito na sede da fábrica de doces Nhá Nair, na semana da festa, com aproximadamente 1,3 mil litros de leite e 400 kg de açúcar. Já a produção da queimadinha acontece em uma chaleira gigante a partir das 11h do dia 30, na própria praça do evento.