Pastelaria cria pastéis especiais para a Copa do Mundo

Estabelecimento comercial, que fica em Toledo - PR, já produziu o maior pastel do país, conquistando o título de recordista nacional junto ao RankBrasil

26/11/2012
5560 Acessos
Imprimir
Pastelaria cria pastéis especiais para a Copa do Mundo
A pastelaria Bom Sabor, de Toledo – PR, que está no RankBrasil pelo recorde de Maior pastel do país, inovou mais uma vez criando iguarias especiais para a Copa do Mundo.

São pastéis coloridos, que trazem as cores das bandeiras dos países que vão participar do mundial de 2014. O experimento foi realizado com sucesso na terça-feira (20), mas a venda só deve acontecer durante o torneio.

“Como esta edição será realizada no Brasil, pensamos em uma forma diferente de se envolver com o evento, criando uma identidade para a pastelaria no período”, destaca Rubiane Fabíola de Mello, uma das sócias do estabelecimento.

Segundo a comerciante, outro objetivo da invenção dos pastéis coloridos é homenagear os jogadores brasileiros, além de dar as boas-vindas aos atletas dos outros países participantes, e também aos turistas. “Nossa equipe é fã de futebol e este é um esporte que todo mundo quer ver”, acrescenta.

Até 2014, outras ideias devem surgir na pastelaria para incrementar a versão Copa do Mundo. “Os funcionários da Bom Sabor são muito criativos e a mente não para de trabalhar”, afirma Rubiane.

Conforme ela, para atrair clientes, a pastelaria – que funciona há 16 anos – já inovou muitas vezes, criando pastéis em formato de animais, que chamam a atenção tanto de crianças quanto de adultos, além de vender iguarias gigantes.

Inovação é sem dúvida uma forte característica da equipe da comerciante. Em 2008, os funcionários criaram um pastel com 62 cm e mais de 4,5 kg. O título foi registrado no palco do programa da Rede Record ‘Tudo é Possível’, na época apresentado por Eliana.

Conforme Rubiane, depois da conquista do recorde, muita coisa mudou para melhor. “O título proporcionou um reconhecimento evidente das pessoas. Para a nossa equipe, incentivou bastante na busca por inovação, diferencial e novos desafios”, revela.

Pastéis coloridos com recheios típicos
Para a massa ficar colorida, é colocado um corante natural e comestível. Depois são feitas várias tiras de cores diferentes e grudadas umas nas outras. A comerciante garante que o gosto não muda: “O aspecto visual modificado dá uma sensação que o gosto fica diferente, mas é exatamente igual”.

Em relação aos recheios para os pastéis especiais, Rubiane solicita a colaboração das pessoas, com sugestões. “Pedimos a contribuição com ideias, para a criação de recheios verdadeiramente típicos de cada país participante da Copa do Mundo”, finaliza.


Redação: Fátima Pires