Maior quadro de nós náuticos

Grupo Escoteiro do Mar Artífices Náuticos conquista recorde durante comemoração de 10 anos. Obra com 157 nós foi exposta na Base Naval em Natal (RN)

07/06/2014
11632 Acessos
Imprimir
Maior quadro de nós náuticos
Quadro de 2 m de largura por 1 m de altura com 157 nós foi confeccionado por Suboficiais da Marinha / Foto: RankBrasil
O Grupo Escoteiro do Mar Artífices Náuticos, em parceria com o Comando do 3º Distrito Naval, entra para o RankBrasil em 2014 por confeccionar o Maior quadro de nós náuticos (nós e voltas) do país. A obra que possui 157 nós foi exposta no dia 7 de junho na Base Naval de Natal (RN) durante o evento em comemoração aos 10 anos da equipe.

Todos os nós são únicos e possuem identificação no quadro que mede 2 m de largura por 1 m de altura. Eles foram confeccionados pelo Suboficial (MR) Severino do Ramo de Oliveira Filho e Suboficial (MR) Nelson José de Azevedo, militares pertencentes ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste e ao Navio-Patrulha “Macau”, respectivamente. Além dos nós e voltas, o painel conta acessórios navais decorando a moldura. O fiscal do RankBrasil Luciano Cadari esteve presente no local para realizar a contagem dos elementos e certificar o recorde.

Segundo o Suboficial do Ramo, todos estão muito felizes com o recorde nacional. “Estou lisonjeado com isso. Tanto pra mim, quanto para meu colega é uma felicidade grande. É bom para minha profissão e instituição, que é o mais importante. Depois pode até aparecer outro quadro com mais nós, mas o primeiro foi o nosso”, brinca.

Para Maria Soares de Macedo, diretora administrativa do projeto, a conclusão desta obra traz um sentimento de dever cumprido ao grupo. “É um alívio alcançado com a tarefa realizada. Faço tudo com amor e empenho. A imensa habilidade dos oficiais da Marinha muitas vezes não é reconhecida pelas pessoas. Gosto de reconhecer o nosso pessoal e também os que estão por trás das atividades. Correram atrás da madeira, das peças e fizeram os nós. Todos foram muito importantes”.

Além da certificação do recorde, a Cerimônia dos Escoteiros contou com a Troca de Lenços e o lançamento do livro “Memórias do Cabo Julinho”, de Júlio Antônio do Rosário. Uma feijoada foi servida aos visitantes que puderam apreciar a obra e conhecer um pouco mais sobre os nós com livros e materiais relacionados ao tema disponibilizados no evento.

À esquerda Mestre Azevedo do Navio de Patrulha Macau e à direita Suboficial do Ramo do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste / Foto: RankBrasil

Tradição
Nascido em Pernambuco, o Suboficial (MR) Severino do Ramo de Oliveira Filho, de 45 anos, entrou para a Marinha em 1988 e possui uma vasta experiência com aproximadamente 21 anos de navio.

De acordo com ele, os nós são uma tradição nas embarcações e através deles se desenvolve uma profissão na Marinha. “Todos os militares aprendem a fazer os nós, mas apenas os que seguirem este caminho vão desenvolver as técnicas e especializar-se em Manobras e Reparos. O militar que faz este trabalho é de confiança e fica conhecido como mestre do navio. Este Suboficial é chamado quando é necessário, por exemplo, passar um peso de uma embarcação para outra: apenas ele saberá qual tipo de nó aplicar em cada ocasião”.

Existem cerca de 600 nós registrados no manual da Arte Naval e cada um possui uma utilidade diferente. A Marinha realiza oficinas, exposições e projetos de Ação Global que ensinam crianças e adolescentes a arte dos nós. É o que explica o Suboficial do Ramo. “Procuramos sempre ensinar a técnica do nó aplicada para tarefas do cotidiano. Ensinamos qual tipo de nó é preciso fazer quando o varal de roupas estoura em casa, por exemplo. Quando as pontas dos cabos forem diferentes, qual o correto. Tem que ser um aprendizado útil”.

Durante as oficinas, além desta técnica os Suboficiais auxiliam crianças menores a desenhar e pintar figuras relacionadas aos barcos. Eles também contam histórias infantis para que os pequenos conheçam um pouco mais sobre a beleza e imensidão do mar.

Confira a galeria de imagens:

Redação: RankBrasil

Algumas citações na mídia:
News Rondônia
BBC News