Maior coleção de miniaturas de cachaça

O catarinense Giovani Moser possui 6.901 miniaturas diferentes da bebida tipicamente brasileira em sua coleção

27/05/2013
7068 Acessos
Imprimir
Maior coleção de miniaturas de cachaça
O recordista Giovani Moser mostrando parte de sua coleção de miniaturas de cachaça - Imagem: divulgação RankBrasil
Morador de Bombinhas (SC), o funcionário público Giovani Moser entra para o RankBrasil em 2013 pela Maior coleção de miniaturas de cachaça do país, com 6.901 itens homologados.

Giovani sempre gostou de colecionar objetos. Sua primeira coleção, que durou dos 12 aos 16 anos, foi de moedas. No entanto, chegou uma hora em que ficou caro adquirir novos itens e ele resolveu vender a coleção.

Mais tarde, quando fazia um curso de barman, começou a colecionar garrafas. Mas foi no ano 2000 que teve a ideia de reunir miniaturas de cachaça. “Eu vi que seria difícil ter a maior coleção do mundo, por isso optei em ter uma coleção bacana, a melhor em alguma coisa e escolhi a cachaça por se tratar de um produto tipicamente brasileiro, que eu não teria tanta dificuldade em encontrar”, explica.

E começou a levar tão a sério o negócio, que chegou a participar de encontros internacionais de colecionadores realizados em Lima, no Peru e também em Saint Louis, nos Estados Unidos. “Nesses encontros há milhares de miniaturas de todos os tipos à venda. Em um dos eventos eu consegui adquirir apenas cinco cachaças para exportação produzidas no Brasil, mas voltei muito feliz", conta.

Entre os artigos que ele destaca na sua coleção está uma raríssima garrafa de Caninha Pelé, engarrafada em 1958, e da qual o Rei do Futebol não aceitou ser garoto propaganda. “Há somente duas miniaturas conhecidas dela: uma está comigo e a outra está no Museu Engenho Santo Mário, em Catanduvas (SP)”, afirma.

Outro xodó da coleção é uma caixa com miniaturas históricas da Caninha Pirassununga 51, lançada na ocasião do aniversário de 51 anos da bebida. Ele também fala com carinho de uma garrafinha em madeira da Caninha Cavalinho, escrita à fogo e sem o líquido, feita somente como propaganda.

Para aumentar a coleção, Giovani procura novidades na internet e participa de um clube com duzentos colecionadores que vendem ou trocam itens entre si. Ele conta que certa vez comprou um lote de 600 miniaturas só para conseguir seis que lhe interessavam. Os cerca de mil objetos repetidos que possui servem como moeda de troca. “Já cheguei a trocar vinte miniaturas por uma que eu queria”, diz.

Ele também não esconde a satisfação de ser reconhecido oficialmente como recordista: “O intuito de qualquer colecionador, que passa a vida inteira colecionando itens, é ser reconhecido pela sua paixão e tempo dedicado à sua coleção e o RankBrasil proporciona esse reconhecimento”.

Museu da cachaça
A coleção de Giovani ficou tão grande, que já não há mais espaço para ela dentro de casa. Somente uma pequena parte está exposta em seu apartamento, o restante fica guardado em caixas ou em um depósito, "o que é uma pena", lamenta.

O recordista lidera, atualmente, uma iniciativa para a criação do Museu da Cachaça de Santa Catarina, que deverá ser instalado na cidade de Bombinhas. O local para a construção já está definido e até o site já está no ar. Ele segue em busca de apoiadores para o projeto.

Além dos itens de sua coleção, que seriam incorporados ao acervo do museu, haverá também garrafas em tamanho normal e outros tipos de objetos alusivos à produção da cachaça no Brasil, ajudando a contar a história da bebida que é tipicamente brasileira.

Curiosidades
- A palavra cachaça é utilizada apenas para a aguardente de cana produzida artesanalmente e com graduação alcoólica entre 38% e 54% em volume.
- Trata-se de um produto típico e exclusivamente brasileiro. Recentemente, a divisão do governo americano especializada no comércio de álcool e tabaco nos Estados Unidos reconheceu esse status.
- É a bebida nacional do Brasil, assim como a tequila é para o México e o saquê para o Japão.
- É utilizada para fazer a mundialmente famosa caipirinha brasileira.
- Também pode ser usada na culinária, como ingrediente de diversas receitas.
- Estima-se que há mais de 30 mil produtores de cachaça no país.

Redação: Vanderson Almeida

Algumas citações na mídia:
Band SC
News Rondônia
Água Boa News
TPN
Clic News
Plantão News