Rodovia federal mais extensa do Brasil

Recorde é da BR 230, conhecida como Transamazônica, que possui 4.965,1 quilômetros e corta o país transversalmente

26/02/2012
14254 Acessos
Imprimir
Rodovia federal mais extensa do Brasil
A BR 230, mais conhecida como Transamazônica, é a Rodovia federal mais extensa do Brasil, inaugurada oficialmente em 30 de agosto de 1972.

São 4.965,1 quilômetros de extensão, que abrangem sete estados brasileiros: Paraíba, Ceará, Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará e Amazonas.

A rodovia recordista corta o país transversalmente e o sentido de quilometragem vai de leste para oeste, fazendo a ligação entre as cidades de Cabedelo – PB e Benjamin Constant – AM.

A Transamazônica foi projetada durante o regime militar, no governo do então presidente Emílio Garrastazu Médici (1969 a 1974), sendo uma das chamadas ‘obras faraônicas’, devido às suas proporções gigantescas.

O projeto tinha por objetivo principal melhor integrar o norte brasileiro com o resto do país e a ideia original era a criação de uma rodovia pavimentada com oito mil quilômetros.

O custo total da Transamazônica foi de US$ 1,5 bilhão, mas a obra nunca foi acabada. Mesmo na atualmente, muitos trechos ainda não são pavimentados.

Um dos problemas para a construção na época era que os trabalhadores ficavam completamente isolados e sem comunicação por meses. As informações sobre a obra eram obtidas pelos governantes apenas nas visitas ocasionais a alguma cidade mais próxima.



Nomenclatura
Na nomenclatura das rodovias transversais, o primeiro algarismo é 2 (dois) e o restante da numeração varia de 00, no extremo norte do país, a 50, na Capital Federal, e de 50 a 99 no extremo sul.


Fontes: Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte
Redação: Fátima Pires