Patinador mais idoso em atividade

Cheio de garra e energia, Sérgio Leopoldo Horn é um grande exemplo da terceira idade

30/03/2006
7982 Acessos
Imprimir
Patinador mais idoso em atividade
Foto: Arquivo pessoal - Sérgio Leopoldo Horn
Homologado pelo RankBrasil, o Patinador mais idoso em atividade, Sérgio Leopoldo Horn é reconhecido e parabenizado por todos pela sua agilidade, flexibilidade e equilíbrio.

Aos 65 anos e quatro meses de idade, patinador desde os 58 anos, Sérgio, que atualmente trabalha como motorista de ônibus na cidade de Estrela – RS, iniciou a patinação no Colégio Santo Antônio, no município de Estrela, com a professora Bianca Tallini, quando assistiu a um ensaio de crianças e se encantou.

Ele foi conversar com a professora, que a princípio ficou assustada e achou meio difícil pela sua idade, mas acabou sendo convencida pela determinação de Sérgio e deu a oportunidade.

De lá pra cá, o recordista sempre participa com outras escolas, apresentando-se em bailes da terceira idade, creches e os mais diversos eventos sociais.

Também é convidado de honra em outras regiões, como Montenegro, Lajeado, Imigrante, Cruz Alta, Arroio do Meio, Cruzeiro do Sul, Santa Clara e outros. Antes desta atividade, participava de competições de ciclismo, onde conquistou o campeonato Gaúcho.

Tem a patinação como uma sensação de liberdade, esquece de tudo, e se sente como se estivesse voando.

É ele quem define o repertório, as roupas e coreografias para suas apresentações. Sua maior dificuldade é encontrar um espaço para treinar, mas quando consegue, procura aproveitar o tempo, e antes de cada apresentação, faz apenas alongamentos básicos.

Sérgio conta alguns fatos engraçados na sua trajetória, como certa vez, durante a apresentação, uma pessoa da platéia atravesou na sua frente e num improviso de coreografia, conseguiu desviar. Outra situação, onde estava vestido de mulher e a saia enroscou na rodinha do patins: “Não pude levantar enquanto não desenroscava a saia”.

Praticante de caminhadas e ciclismo, não deixa um bom baile de lado. Toda sua energia, ele garante que vem de uma boa alimentação, composta por muita água e frutas.

“Deixei todos meus amigos para manter o esporte e para não cair na bebida, já que sou contra as bebidas que tenham gás, por isso que sou saudável. Todas as pessoas deveriam cuidar da saúde, praticando alongamentos, mesmo que seja no seu próprio colchão, assim como eu faço pela manhã e pela noite”, diz.

Por ser tão querido e admirado, todas as escolas de patinação da região se organizaram para realizar um grande evento, onde os patinadores o homenagearam. Na ocasião, também foi feita a entrega do troféu e do certificado do RankBrasil.


Redação: Cristina Cadari
Revisão: Fátima Pires