Primeiro homem a conquistar os pontos extremos do Brasil, das regiões brasileiras e do DF

Recorde pertence ao administrador de imóveis de Brasília (DF), Leonardo César Osório Meirelles, que concluiu o desafio em nove anos

06/07/2023
3028 Acessos
Imprimir
Primeiro homem a conquistar os pontos extremos do Brasil, das regiões brasileiras e do DF
Para completar o desafio, o brasiliense passou por 1.739 municípios e 26 estados. Conforme ele, a principal dificuldade foi encontrar o ponto exato de cada extremo / Foto: Arquivo recordista
O administrador de imóveis de Brasília (DF), Leonardo César Osório Meirelles entra para o RankBrasil em 2023 por ser o Primeiro homem a conquistar os pontos extremos do Brasil, das regiões brasileiras e do Distrito Federal. 30 de janeiro de 2011 e foi concluído em 01 de julho de 2020.

Leonardo conta que depois de ter conquistado os pontos extremos do Brasil em travessias que realizou através da força humana (obtendo outros dois recordes), decidiu conquistar também os pontos extremos de cada região do país e do Distrito Federal. Para atingir seu objetivo, o administrador passou por 1.739 municípios e 26 estados.

De acordo com o recordista, a principal dificuldade foi encontrar o ponto exato de cada extremo, porque cada órgão, instituto, secretaria e aplicativos de mapas têm a sua própria localização. “A solução foi ir a todos os pontos possíveis de cada lugar”, conta. Ele comenta que outro obstáculo foi penetrar na selva, nos pântanos, nas margens dos rios e em outros locais de difícil acesso.

O brasiliense lembra que uma das principais curiosidades do percurso foi saber que o Marco 76, na fronteira entre o Brasil e Peru, na verdade não é o ponto extremo ocidental da região norte e nem do Brasil, mas sim é um marco simbólico: “O verdadeiro foi o que eu instalei segundo as coordenadas da Primeira Comissão Demarcadora de Limites (PCDL), o qual eu chamei de Astronômico”.

Outra curiosidade, conforme o recordista, é que ninguém tinha ido ainda por terra e/ou água aos pontos extremos ocidental e setentrional da região norte e do Brasil. Ele também observou que alguns pontos estavam do outro lado da margem que separava as fronteiras; que alguns marcos de divisas tinham sido derrubados ou transferidos de lugar; e que na maioria desses pontos não havia nenhuma indicação ou marcação.

Leonardo destaca que conquistar mais um recorde junto ao RankBrasil é motivo de orgulho e muito recompensador. “É importante termos um site que divulga as conquistas dos brasileiros. Ainda tenho vários outros recordes para registrar”, afirma.

Mais de 40 anos descobrindo o país
Segundo o brasiliense, são mais de 40 anos de viagens e expedições, onde teve a oportunidade de fazer muitas amizades e conhecer várias culturas e costumes. “Além disso, descobri que grande parte da realidade brasileira é bem diferente do que é apresentado pela mídia e pelo mundo afora”.

Neste período, o recordista conheceu 3.883 municípios brasileiros (67% do total), 1.302 distritos e inúmeras vilas, povoados, lugarejos, aldeias, fazendas e praias. Fora do Distrito Federal, ele dirigiu 338.130 km em rodovias, 56.955 km em estradas, 25.500 km navegando em rios, 36.320 km pedalando de bicicleta, 6.800 km remando de caiaque, 12.651 km caminhando, 1.985 km caminhando na mata com ou sem trilha, 20.205 km cavalgando e 27.020 km correndo.
Leonardo conheceu 179 grutas/cavernas, percorreu 29.939 km de motocicleta, explorou 73 parques nacionais, passou por 549 quedas d’água, 635 rios e 70 sítios arqueológicos. Também realizou 390 travessias a pé ou a nado em rios. “Ainda pretendo conhecer muito mais do nosso Brasil”, finaliza.

Outros recordes
O brasiliense também está no RankBrasil pelos recordes de Primeira travessia entre os pontos extremos oeste e leste do Brasil 100% à força humana e Primeira travessia do Monte Caburaí ao Arroio Chuí 100% à força humana.