Maior roda de capoeira estudantil

Projeto Capoeira nas Escolas reúne 2.807 estudantes durante aulão na Paraíba e entra para o RankBrasil

06/11/2014
6362 Acessos
Imprimir
Maior roda de capoeira estudantil
Projeto Capoeira nas Escolas reúne 2.807 estudantes durante aulão em Campina Grande (PB) e bate recorde / Foto: RankBrasil
A Prefeitura Municipal de Campina Grande (PB), por meio da Secretaria de Educação, em parceria com o Instituto Alpargatas e a União dos Capoeiras do Planalto da Borborema (UCPB) entram para o RankBrasil em 2014 com a Maior roda de capoeira estudantil do país.

O recorde foi registrado durante o 4º Aulão de Capoeira nas Escolas, realizado nesta quinta-feira (6), no Parque do Povo, no Centro da cidade. A atividade que reuniu 2.807 estudantes também celebrou o Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro.

Fiscais do RankBrasil estiveram no local para fazer a contagem dos alunos e certificar o recorde com a entrega do troféu.

Para Rosemberg Pequeno, coordenador do projeto, a conquista do título é uma satisfação muito grande. “Sentimos como mais uma forma de mostrarmos ao país a força da capoeira como ferramenta de transformação do ser humano e incentivar outras cidades do Brasil a seguirem o mesmo caminho”.

Atualmente, o esporte é ensinado em 120 escolas municipais, além de sete creches do município. Aproximadamente 30 crianças participam das atividades por colégio, com duas aulas semanais de uma hora de duração no contraturno.

Com início no ano de 2007, o projeto foi criado em respeito à Lei 10.639/2003, que determina a inclusão das disciplinas História e Cultura Afro-Brasileira no currículo escolar.

Segundo Iolanda Barbosa, Secretária da Educação, o recorde é resultado de uma ação pedagógica que traz a cultura para o cotidiano escolar colaborando com a formação de cidadãos por meio de uma educação focada nas relações raciais. “Com a prática da capoeira, a escola se torna um espaço de enfrentamento ao racismo que valoriza a cultura do outro. Entendendo a contribuição destes conhecimentos e costumes para a fundação de um povo e trazendo estas relações para o ambiente estudantil”.

Ainda de acordo com Rosemberg, a prática do esporte reflete de maneira positiva na qualidade de ensino. “Os principais resultados obtidos pelo projeto dizem respeito à melhoria das relações pessoais nas escolas. Podemos perceber que nas unidades onde a capoeira atua há uma redução grande na violência, evasão escolar e preconceito racial”.

Confira a galeria de imagens
Maior roda de capoeira estudantil

Redação: RankBrasil

Reportagem Itararé Esportes

Outras citações na mídia:
G1
Globo Esporte
JPB 2ª EDIÇÃO
PB Agora
Matracas
Portal Litoral
Portal Tambaú
Vladimir Chaves
SNN
Blog do Gari
Rede Esperança
Prefeitura Municipal Campina Grande
Folha de Esperança
Jornal da Paraíba
Agora Esportes
Jornal Campina Grande
24 Horas