Surfista mirim com maior número de conquistas

Com 11 anos de idade, Pâmella Mel já participou de 82 campeonatos e conquistou 90 pódios, sendo 29 primeiros lugares

04/04/2017
1251 Acessos
Imprimir
Surfista mirim com maior número de conquistas
A surfista Pâmella Mel entra para o RankBrasil com 90 pódios, sendo 29 primeiros lugares / Foto: Aleko Stergiou e Instituto Gabriel Medina
A paulistana Pâmella Mel obtém em 2017 outro recorde junto ao RankBrasil, desta vez de Surfista mirim com maior número de conquistas. Aos 11 anos de idade, ela já participou de 82 campeonatos e subiu 90 vezes ao pódio (por disputar mais de uma categoria em cada competição), sendo 29 títulos de primeiro lugar.

Morando atualmente em São Sebastião – Maresias, a recordista começou a surfar com seis anos. Seu primeiro prêmio veio em 2012, com o terceiro lugar feminino em uma competição realizada na cidade de Itanhaém (SP).

De acordo com ela, todas as suas vitórias são importantes, mas ser campeã do Circuito ASM Medina em 2016 está entre as principais. “Ganhar a vaga para entrar no Instituto Gabriel Medina (IGM) por mérito foi a recompensa de muito esforço”, destaca.

Como atleta do IGM, Pâmella treina cerca de duas horas por dia no mar. “Surfe é simplesmente a minha vida. Eu estudo e sou boa aluna, mas amo surfar: o contato com o mar todos os dias é muito bom”, revela. Segundo a paulistana, a maior dificuldade no esporte é a falta de patrocínio. “O patrocinador dá ao esportista a oportunidade de competir fora do país”.

Conforme a surfista, o novo recorde junto ao RankBrasil significa uma grande conquista. “Este título brasileiro é de muita alegria para mim e para minha família. Representa cada campeonato disputado, cada vitória, as parcerias que vieram e se foram e as que ainda estão comigo. Tudo feito e guardado com tanto carinho pelos meus pais, que marcam cada campeonato, cada pódio. Isso é sem palavras”, diz.

Pâmella comenta que já enfrentou vários tipos de mar em competição e mesmo assim conseguiu subir 90 vezes ao pódio. “É muita alegria ser a única surfista feminina a obter isso com a minha idade. Espero que este recorde sirva de exemplo para que outras meninas possam fazer o mesmo e correr atrás de seus sonhos”.

Pâmella Mel também é recordista junto ao RankBrasil por ser a Mais jovem surfista do país, título obtido em 2016. Ela participou de seu primeiro campeonato em abril de 2012, quando tinha apenas seis anos e cinco meses de idade. Foto: Aleko Stergiou e Instituto Gabriel Medina

Futuro profissional
A recordista frequenta o 6º ano do Ensino Fundamental. De acordo com ela, o esporte não atrapalha os estudos. “Até porque para estar no Instituto Medina é necessário tirar boas notas na escola”, conta. No futuro, a paulistana quer ser surfista profissional, mas também pensa em fazer faculdade de Biologia Marinha. “Vamos ver como conciliar isso, mas de início quero estar na elite do surfe feminino”, finaliza.

Mais jovem surfista do país
Pâmella Mel também é recordista junto ao RankBrasil por ser a Mais jovem surfista do país, título obtido em 2016. Ela participou de seu primeiro campeonato em abril de 2012, quando tinha apenas seis anos e cinco meses de idade.

Veja o vídeo:


Algumas citações na mídia:
News Rondônia
Água Boa News
O Atibaiense
Destaque 1000