Mais jovem baterista feminina

Recorde pertence à Elisa Traba de Castro, que começou a tocar o instrumento aos quatro anos e um mês

07/10/2020
4843 Acessos
Imprimir
Mais jovem baterista feminina
A capixaba Elisa Traba de Castro começou a tocar todas as peças da bateria aos quatro anos e um mês / Foto: Arquivo recordista
A menina de Vila Velha (ES), Elisa Traba de Castro é a Mais jovem baterista feminina do país. A capixaba começou a tocar todas as peças do instrumento no final de 2018, aos quatro anos e um mês, recorde oficializado pelo RankBrasil em 2020.

De acordo com o pai, Eduardo Vieira de Castro, que é professor de Geografia, Elisa o observava a tocar em uma das igrejas da cidade e depois do culto corria brincar com as baquetas na bateria. “Percebi que ela levava jeito e comprei uma bateria para desenvolver seu talento”.

Atualmente, mesmo antes de completar seis anos de idade, a recordista toca músicas gospel, especialmente louvores da igreja, e músicas infantis, entre elas baby shark, galinha pintadinha, jacarelvis e show da Luna.

“Gosto de tocar bateria porque eu gosto de tocar ritmo e porque a bateria faz um som engraçado”, conta Elisa. O pai explica que a menina se diverte na bateria como se fosse uma brincadeira de criança fazendo exercício físico: “Ela prefere os ritmos rápidos, bem agitados”.

Elisa vem de uma família de músicos. “Boa parte toca vários instrumentos. Eu mesmo aprendi a tocar violão observando meus irmãos quando era criança. E a Elisa aprendeu me vendo tocar”, diz o pai. Conforme ele, sua esposa Edna também tem afinidade com a música e já tocou violino na igreja. “Acredito que está no sangue”, destaca.

Além de tocar bateria, a capixaba gosta de brincar com outros instrumentos que os pais têm em casa, como teclado, escaleta, violão e flauta. A menina também se diverte assistindo desenhos animados, brincando com as bonecas e passeando no shopping e em praças que têm parquinhos.

Segundo Eduardo, o recorde junto ao RankBrasil é uma grande conquista para toda a família, porque Elisa tem apenas cinco anos. “Isso nos deixa muito orgulhosos e esperançosos que ela nos traga muitas alegrias no futuro, tocando na igreja e até mesmo em uma orquestra”.

O professor acredita na importância de incentivar os talentos dos filhos desde pequenos. Conforme ele, as crianças que tem seu talento descoberto e desenvolvido ainda na infância possuem mais chances de sucesso na vida adulta. “É uma fase onde a mente da criança está totalmente aberta para novidades e isso ajuda em outras áreas como disciplina, organização e o alcance de objetivos”, finaliza.



Recorde Superado:
RecordistaCidade / EstadoIdadeAno
Elisa Traba de CastroVila Velha / ES4 anos e 1 mês2020
Eduarda HenkleinJoinville / SC4 anos e 9 meses2015