Mais jovem a concluir curso de Composição de Melodias

Com apenas 12 anos, 11 meses e 20 dias, recorde é de Adauto Kovalski da Silva, que já está no RankBrasil por outros títulos nacionais

07/12/2012
3271 Acessos
Imprimir
Mais jovem a concluir curso de Composição de Melodias
Durante a formatura, jovem tocou no piano uma de suas composições - Imagem: divulgação RankBrasil
Com muita dedicação e talento nato, Adauto Kovalski da Silva entra novamente para o RankBrasil, desta vez pelo recorde de Mais jovem brasileiro a concluir curso de Composição de Melodias.

Ele se formou em Curitiba - PR, pelo Centro de Educação Profissional Rosa Mística, em 07 de dezembro de 2012, com apenas 12 anos, 11 meses e 20 dias. A cerimônia aconteceu no Teatro Brasílio Itiberê, da Casa da Cultura da capital paranaense.

Na oportunidade, a representante do RankBrasil, Camila Geliane de Cristo, entregou a Adauto o troféu e certificado de recordista brasileiro. Durante o evento, o jovem tocou no piano uma de suas composições, emocionando o público. Ele explicou que compôs a melodia porque “ao ouvir um pássaro cantando sentiu vergonha de tamanha concentração”.

Conforme o músico, o curso de Composição de Melodias foi essencial para sua carreira. “Eu já escrevia músicas, mas as aulas me ajudaram a aperfeiçoar as técnicas utilizadas para a composição”, diz. A inspiração do recordista vem de situações do cotidiano, entre sentimentos, momentos familiares, brincadeiras de escola, entre outros aspectos.

Sobre conquistar mais um recorde junto ao RankBrasil, Adauto comenta que se trata de uma vitória. “Este é mais um passo importante na minha vida”, acredita. Para o futuro, ele afirma que vai continuar na carreira de pianista para um dia ser maestro. “Também quero ser cientista, biólogo ou piloto de avião”, revela.

Sempre uma surpresa
O recordista nasceu em 17 de dezembro de 1999, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, e mora com os tios na capital do Paraná. Segundo a tia, Maria José Kovalski, Adauto é motivo de orgulho. “Ele sempre encontra uma forma de me surpreender”, destaca.

A tia conta que antes dos três anos de idade, por incentivo da avó, o recordista já tocava tambor para se distrair. “Aos cinco anos, a gente passava por uma escola de música e Adauto apontava e dizia que um dia iria estudar lá”, comenta.

Depois de um tempo, Maria José resolveu entrar na escola com o menino, para mostrar que o piano era grande demais para sua idade. “Pelo contrário, ele provou que tinha habilidade e com o auxílio da professora, rapidamente tocou a escala musical”, lembra.

Desde agosto de 2005 o recordista estuda piano e em outubro do mesmo ano, participou de um concurso em sua própria escola, conquistando o terceiro lugar. Pela incrível capacidade de Adauto, a tia deixa um recado importante para todos os pais: “Nunca subestimem a capacidade das crianças”.

O curso
De acordo com declaração da Escola de Música, Adauto teve aproveitamento acima da média e uma frequência de 98%. Com base na teoria e percepção musical, o curso de Composição de Melodias – que é realizado em quatro anos – ensina a compor melodias em compassos simples e compostos, compor em qualquer tonalidade maior ou menor, além de criar e desenvolver temas melódicos no sistema tonal.

Outros recordes
No ano de 2005, com apenas cinco anos de idade, Adauto entrou pela primeira vez para o RankBrasil, pelo recorde de Mais jovem a lançar um livro. Em 2006, ele conquistou o título de Mais jovem pintor em telas, e em 2008, obteve o recorde de Mais jovem compositor de partituras para piano.


Fátima Pires

Algumas citações na mídia:
News Rondônia
Bem Paraná
Plantação News
Notícia na Hora
Jornal Absoluto
Clic News

Matéria relacionada em:
G1 Paraná