Maior número de animais domésticos

Elizabeth Dewes Schäffer e sua família criaram centenas de animais em casa, histórias que se transformaram em duas obras literárias

11/04/2003
10793 Acessos
Imprimir
Maior número de animais domésticos
Elizabeth Dewes Schäffer e sua família criaram centenas de animais em casa / Foto: Arquivo recordista
A escritora e artista Elizabeth Dewes Schäffer, gaúcha radicada em Mangaratiba (RJ), escreveu dois livros baseados na criação de centenas de animais: ´O Gato Ludovico´ e ´Ah! Mangaratiba´.

No primeiro livro, a recordista conta uma história verídica de sua convivência familiar com inúmeros animais domésticos, silvestres e exóticos, que passaram por sua vida e pelos quais demonstra muito carinho e atenção. Através desta obra, Elizabeth recebeu o certificado do RankBrasil, por ter criado o Maior número de animais domésticos.

Ela revela que se apaixonou pelos animais, ao tocar na penugem branca de um filhotinho de coruja, no quiosque de orquídeas na casa da avó.

O livro mexe com a imaginação das pessoas, pois os acontecimentos e as cenas vão sendo descritas detalhadamente. Através da história com 910 versos, a recordista relata toda a trajetória da sua família, mudanças e o cotidiano de seus animais.

Atualmente, Elizabeth tem 19 gatos e quatro cães, somando 23. Todos da família ama os animais e luta para que tenham uma vida mais digna e feliz. Ela pretende formar uma ´ONG´ com pessoas que tenham o mesmo ideal.

A outra obra, ´Ah! Mangaratiba´, é um hino de amor à terra, o qual ela escolheu para homenagear a sua cidade. Como descreve no primeiro livro, ela passou por vários lugares do Brasil, como Porto Alegre - RS, Ponta Grossa - PR e municípios de Santa Catarina, mas se apaixonou pela cidade de Mangaratiba - RJ, que ela se apaixonou: "Uma cidade em que você dorme e vive em paz”.

Fragmento de ´O Gato Ludovico´
As pessoas desta casa
Gostam de animais
Quanto mais tem, acredite,
Elas querem mais e mais
Bem pretinho e muito esperto
É o gato Ludovico.
Com seus olhos bem redondos
Semelhantes aos de um mico.
E o tigrado casquinha
O maior gato, um grandão!
No inverno todo ele dorme
No forninho do fogão!

Redação: Aline F. Cardoso
Revisão: Fátima Pires