Animal de estimação em maior número no país

Com 35,7 milhões, os cães são os preferidos dos brasileiros. Em segundo lugar aparecem os peixes, com 25 milhões, seguidos dos gatos, que são 19,8 milhões

08/06/2012
15442 Acessos
Imprimir
Animal de estimação em maior número no país
Foto: Acervo RankBrasil
O cachorro é o Animal de estimação com maior população no Brasil. Ao todo são 35,7 milhões.

Em segundo lugar na lista dos pets preferidos está o peixe, com 25 milhões, e na terceira colocação aparece o gato, que totaliza 19,8 milhões no país.

Os dados são de uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), que foram divulgados em 2012.

De acordo com o levantamento, o Brasil tem 101,1 milhões de animais de estimação. Os números mostram ainda que o país possui a quarta maior população de pets do mundo.

Animais de estimação
posição animal números
em milhões
total todos 101,1
1°. cães 35,7
2°. peixes 25
3°. gatos 19,8
4°. aves 18,5
5°. outros 2,1

O cão
Também chamado de cachorro, o cão é um dos mais antigos animais domesticados pelo ser humano. De acordo com teorias, seu surgimento está relacionado ao lobo cinzento do continente asiático, há mais de 100 mil anos.

Com expectativa de vida entre dez e vinte anos, existe uma grande diversidade canina no mundo, que varia em pelagem e tamanho, até mesmo dentro de suas próprias raças.


Melhor amigo do homem
A frase célebre ‘O cão é o melhor amigo do homem’ pode ser explicada pela afeição e companhia deste animal. Não existe registro na história, de uma relação tão forte e duradoura entre espécies distintas, quanto a de um humano e um cão.

Cães famosos
Entre os cães famosos, no cinema recebe destaque a esperta e corajosa cadela Lassie. Na animação, os mais conhecidos e populares entre as crianças são o Pluto, Snoopy e Scooby-Doo.

Sentidos aguçados
Os cães também têm cinco sentidos, alguns bastante aguçados. Em relação ao olfato, por exemplo, eles possuem trinta vezes mais sensores que um ser humano. No homem, as células olfativas chegam a cinco milhões, enquanto em um cachorro atingem 220 milhões.

Esta característica permite que o cão seja capaz de localizar drogas, minas terrestres e pessoas embaixo de escombros, em caso de desmoronamento. Para o animal, qualquer cheiro, por mais sutil que seja, pode ser capturado.

Comunicação
Os cachorros também sentem medo, ansiedade, interesse e alegria. Para expressarem suas emoções eles latem, choram, rosnam, uivam e cheiram. Estes animais ainda utilizam linguagem corporal na comunicação com outros caninos e como os homens.

Doenças e prevenção
Assim como o ser humano, o cão pode sofrer com resfriado, depressão, mal de Alzheimer, bem como características do envelhecimento, entre problemas de visão, audição e mudanças de humor.

Eles também são vítimas de zoonoses, doenças que podem ser transmitidas para o ser humano, como leptospirose e raiva. Estas enfermidades são prevenidas através de vacinação e higienização dos animais.

Guarda responsável
Diversas organizações ao redor do mundo fazem campanhas sobre a importância da guarda responsável do animal de estimação, seja cão, gato, ou qualquer outro.

Para avaliar se o pet é feliz e saudável, a Sociedade Mundial de Proteção Animal (WSPA) cita uma lista sobre como o animal deve estar: livre de fome e sede, de desconforto e de dor, livre de ferimento e doença, de medo e angústia e livre para expressar seu comportamento natural.


Fontes: Bem Paraná, Abinpet, Wikipédia e WSPA
Redação: Fátima Pires