Maior número de diplomas universitários

Luiz Guilherme Nascimento da Fonseca entra para o RankBrasil. Ele possui 13 cursos no total, entre graduações, pós-graduações e MBAs

22/08/2018
1757 Acessos
Imprimir
Maior número de diplomas universitários
Luiz Guilherme Nascimento da Fonseca possui oito cursos de graduação, três pós-graduações e dois MBAs / Foto: Arquivo Recordista
O professor universitário de Belo Horizonte (MG), Luiz Guilherme Nascimento da Fonseca entra para o RankBrasil por possuir o Maior número de diplomas universitários do país, totalizando 13.

Ele é formado em oito cursos de graduação (Marketing, Administração, Comércio Exterior, Gestão Comercial, Gestão Financeira, Gestão de Recursos Humanos, Logística e Processos Gerenciais); e possui três pós-graduações (Gestão em Marketing B2B e Internacional, Marketing Novas Mídias e Redes Sociais, e Gestão das Organizações Educacionais).

Luiz Guilherme ainda concluiu dois MBAs (Marketing e Gestão Empreendedora em Marketing Digital). Nascido em Pirapora (MG), o recordista tem atualmente 29 anos de idade e também é consultor de marketing e palestrante, mas já trabalhou na área para diversas empresas do varejo, montadora de veículos e cosméticos.

De acordo com o recordista, a maior dificuldade para concluir tantos cursos, muitos realizados simultaneamente, é a organização e muita dedicação. “Tudo tem prazo e muitas vezes é curto. É difícil conciliar os trabalhos da faculdade e as provas com o lado profissional. Também tem a parte da abdicação: não é fácil abrir mão de sair com os amigos e familiares”, conta. “Mas valeu a pena, tudo tem sua hora”, completa.

O mineiro afirma que sempre foi bem aceito no mercado de trabalho, muito elogiado por ser tão novo e com tantas formações. “Esses diplomas ampliaram a minha área de atuação enquanto professor universitário, pois posso lecionar várias disciplinas”.

Segundo o professor, a ideia de buscar o recorde brasileiro surgiu através de sua esposa, a qual falou que dificilmente teria outra pessoa com tantas formações e também de seus alunos, que acreditavam que ele merecia um prêmio por tantos diplomas. “Estou muito feliz em ter o reconhecimento do RankBrasil”, destaca.

Sonho e muita dedicação
Luiz Guilherme começou sua primeira graduação em 2008, pelo exemplo do irmão, mas não sabia exatamente o que aconteceria dali para frente. Naquela época seu salário não pagava nem o valor da faculdade e para conseguir estudar tinha que vender seu vale-transporte e ir ao trabalho e depois à faculdade a pé, caminhando cerca de oito quilômetros por dia.

Apesar da dificuldade financeira, o mineiro seguiu em frente e em certo momento revelou para sua mãe que gostaria de se tornar professor e queria ser tão bom quanto alguns docentes que teve. “Lembro de um professor de Geografia na época do colégio, que possuía cinco graduações”, diz.

Ao verificar o que precisava para ser professor universitário descobriu que o primeiro passo era estudar muito e foi então que tudo começou. Através de seus diplomas, em 2013 conseguiu aulas em cursos técnicos e também em cursos profissionalizantes para o ensino médio, até que em 2014 começou a lecionar em cursos superiores.

Atualmente o recordista faz faculdade em Ciências Contábeis e mestrado em Educação Superior pela Universidade Nacional de Rosário, na Argentina. “Não sei quando vou parar, posso dizer que sou um eterno aprendiz e estou sempre em busca de novos conhecimentos”.

Para os jovens que ainda não investiram em uma graduação, ele afirma que é quase um requisito básico para o mercado de trabalho. “Tudo na vida é preciso dedicação, mas todo esforço é recompensado, então vale muito a pena investir em educação. Como diz minha mãe: é o único bem que você tem e não perde nunca”, finaliza.