Maior número de acertos em memorização coletiva

O professor José Cláudio realizou, em um colégio de Curitiba, o recorde de memorização coletiva. Fica provado assim, que a memória é uma ferramenta que deve ser estimulada

04/08/2007
9849 Acessos
Imprimir
Maior número de acertos em memorização coletiva
O professor José Cláudio Luvizzotti é administrador, palestrante e mnemonista, profissional que promove treinamento da memória e faz demonstrações de memorização. Ele esteve em um colégio de Curitiba, junto com os auditores do RankBrasil, para realizar o recorde de Maior número de acertos em memorização coletiva”.

O professor contou com uma platéia de 397 pessoas, entre elas adolescentes e professores, que ficaram entusiasmados com a palestra e com as técnicas de memorização que foram explicadas. “Isso tudo é importante, achei a palestra muito dinâmica. Não podemos reduzir tudo a decoreba, mas temos que levar em consideração a aprendizagem”, afirma um dos professores do colégio.

Durante toda a palestra, o trabalho da aprendizagem foi sendo reforçado por José Cláudio e em nenhum momento esqueceu que estava apresentando seu conteúdo para adolescentes. Durante todo o tempo usou palavras de fácil acesso, conteúdo lúdico e manteve a interação com os alunos e o dinamismo constante.

Depois de terminar sua palestra, que teve a duração de 40 minutos, lançou um desafio para o público e garantiu que quem prestasse atenção memorizaria 60 palavras em pouco tempo. Desafio lançado, desafio aceito.

O tempo total para a memorização foi de 24min11, contados desde o momento em que as palavras foram apresentadas até o começo da prova. Com uma técnica curiosa e estimulante, o professor foi narrando uma história com as palavras e fazendo com que os estudantes ficassem atentos. “A memória é seletiva, temos que escolher nossa própria linguagem”, explica José Cláudio.

Os alunos ficaram surpresos com a técnica e com a rapidez que conseguiram memorizar as palavras. “Eu jamais imaginei que iria aprender 60 palavras em tão pouco tempo, pois sou muito esquecida”, afirma uma aluna do ensino médio.

A equipe do RankBrasil acompanhou todo o recorde para que não houvesse influência alguma no resultado final do teste. Segue uma tabela com os números obtidos.

Tabela explicativa (comparação):
Número de participantes que assistiram à palestra: 397
Número de participantes que realizaram a prova: 259
Número de palavras memorizadas: 60
60 acertos: 45,55%
Entre 59 e 57 acertos: 18,14%
Entre 56 e 54 acertos: 2,7%
Foram desconsideradas 33,61% das provas, por apresentarem um número expressivo de erros.

Regras para o recorde coletivo:
Palestra com a duração de 40 minutos.
As 60 palavras foram passadas em forma de história, em um tempo de 10min56. Uma segunda leitura foi feita no tempo de 4min25. Foi realizada ainda uma terceira leitura, no tempo de 3min27. Esse tempo soma 18min48.

Depois das palavras memorizadas, foi realizada uma prova oral com duração de 3min04, e uma segunda prova onde as palavras foram ditas de trás para frente, tempo de 2min19. Foi utilizado um total de 5min23 para a realização dessa prova oral, lembrando que as palavras não estavam sendo visualizadas nesse momento.

O tempo total para a memorização foi de 24min11, contados desde o momento que as palavras foram apresentadas, até o começo da prova escrita.

Raquel Susin 24/08/2007