Surfistas desafiam a pororoca para bater recorde

Cerca de 160 pessoas vão encarar as ondas gigantes. Evento acontece em São Domingos do Capim (PA), com a presença do RankBrasil

18/03/2015
3706 Acessos
Imprimir
Surfistas desafiam a pororoca para bater recorde
Entre as atrações, surfistas vão encarar a pororoca para tentar conquistar o recorde brasileiro / Foto: Divulgação / Abraspo
A Associação Brasileira de Surf na Pororoca (Abraspo), em parceria com o Governo do Estado do Pará, através da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel), e Prefeitura Municipal de São Domingos do Capim (PA), promovem a 17ª edição do Surfe na Pororoca.

O evento acontece de 19 a 22 de março, na cidade de São Domingos do Capim, que é conhecida como Capital da Pororoca. Entre as atrações, aproximadamente 160 surfistas vão encarar a pororoca para tentar conquistar o recorde brasileiro. O fiscal do RankBrasil, Luciano Cadari acompanhará o desafio.

Além de pessoas de diversas partes do país, entre o Pará, Maranhão, Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará e Espírito Santo, participarão surfistas do Peru, Suíça e França. “O objetivo é dar continuidade a uma tradição que é o surfe na pororoca do estado do Pará, sempre inovando”, destaca o presidente da Abraspo, Noélio Sobrinho.

A pororoca é um fenômeno natural produzido pelo encontro das águas do rio com o mar. No rio Capim, onde o desafio vai acontecer, as ondas podem chegar a até três metros de altura.
Também fazem parte da programação um congresso técnico, o lançamento do livro ‘Auêra-Auara - A História do Surfe na Pororoca’, projeto da Abraspo, e o Desafio Surf Noturno. Paralelamente será realizado o 15° Festival da Pororoca, com o objetivo de proporcionar um momento cultural, com apresentações de bandas e músicas típicas.

Programação
19/03 – Congresso técnico
20/03 – Lançamento do livro ‘Auêra-Auara – A História do Surfe na Pororoca’
21/03 – Desafio Surf Noturno
21 e 22/03 – Tentativa de recorde brasileiro

Redação: Fátima Pires