Quadro com maior número de nós náuticos pode ser produzido em Natal (RN)

Obra será apresentada durante o evento em comemoração aos 10 anos do Grupo Escoteiro do Mar Artífices Náuticos realizado neste sábado

03/06/2014
5415 Acessos
Imprimir
Quadro com maior número de nós náuticos pode ser produzido em Natal (RN)
O quadro será apresentado neste sábado, durante o evento de comemoração aos 10 anos do Grupo Escoteiro do Mar Artífices / Foto: Divulgação
O Grupo Escoteiro do Mar Artífices Náuticos, em parceria com o Comando do 3º Distrito Naval, pretende entrar para o RankBrasil em 2014 por confeccionar o Quadro com maior número de nós náuticos do país.

A obra que possui mais de 100 nós será apresentada durante o evento de comemoração aos 10 anos da equipe neste sábado (7), na Base Naval de Natal (RN). O fiscal do RankBrasil, Luciano Cadari estará no local para fazer a contagem e conferência das unidades.

Segundo Maria Soares de Macedo, Diretora Administrativa do projeto, a confecção dos nós, iniciada no dia 8 de abril, está na etapa final. “Estamos quase terminando. Fazemos os nós em oficinas para ensinar as técnicas, mas para o recorde especialmente, por uma preocupação com a qualidade, todos foram feitos por mestres da Marinha para garantir que fiquem perfeitos”.

Todos os nós são únicos e possuem identificação. Além dos cabos, o painel terá acessórios navais que completam a obra e decoram com harmonia a moldura. O quadro ficará exposto no local para a visitação.

A comemoração começa às 10 horas e conta com a Cerimônia dos Escoteiros, Troca de Lenços e possível certificação do recorde. Após as atividades, será servida uma feijoada para os convidados. Além disso, o autor Júlio Antônio do Rosário lançará o livro “Memórias do Cabo Julinho” durante o evento.

Por ser um ambiente militar, os interessados em participar das festividades devem entrar em contato com os organizadores através dos números (84) 4005-9999 ou (84) 8828-9339. As vagas são limitadas e é necessária a confirmação da presença para o envio da lista com os nomes e posterior identificação na Base Naval de Natal.

Redação: RankBrasil