Maior queimadinha

Recorde pertence ao Laticínio Delbom, da cidade de Ipanema (MG), que produziu 1.150 litros da iguaria

08/09/2018
1566 Acessos
Imprimir
Maior queimadinha
Maior queimadinha do Brasil foi feita em uma chaleira de 1,8 m de altura por 2 m de diâmetro / Foto: RankBrasil
O Laticínio Delbom Ltda ME, do município de Ipanema (MG), entra para o RankBrasil em 2018 pela Maior queimadinha do país. Com 1.150 litros, a iguaria foi produzida e distribuída em 8 de setembro, durante a nona edição da Festa do Queijo, realizada no Parque de Exposições da CASEMG.

O título foi oficializado pelo representante do RankBrasil, Luciano Cadari. De acordo com ele é uma satisfação registrar mais um recorde na cidade de Ipanema. “A Maior queimadinha do Brasil começou com uma marca forte, de mais de mil litros, além da bebida ter ficado muito saborosa, remetendo à minha infância”, diz

Produzida em uma chaleira gigante medindo 1,8 m de altura por 2 m de diâmetro, a receita levou 1.100 litros de leite e 180 kg de açúcar. Segundo o proprietário do laticínio e responsável pela iguaria, Eder Nogueira, a ideia de fazer a queimadinha surgiu por ser uma bebida à base de leite conhecida por todos os mineiros e pela tradição na cidade, e por Ipanema ser uma ótima bacia leiteira.

Eder comenta que para a produção, o leite foi coletado por volta das 10h da manhã e refrigerado até a hora do evento. O açúcar teve seu processo de caldas realizado entre 15h30 e 17h30. Depois de pasteurizado, o leite foi adicionado ao xarope de açúcar queimado, resultando na queimadinha.
Receita gigante levou 1.100 litros de leite e 180 kg de açúcar. Aproximadamente 4.300 copinhos da bebida foram distribuídos gratuitamente / Foto: RankBrasil


Ao todo 12 pessoas estiveram envolvidas no processo. “Começou com o transporte (coleta do leite na zona rural), passou pelo laboratório (análise técnica, tanque de refrigeração e medição), depois pelo laticínio (responsável para certificar se estava tudo ok, pasteurização e xarope de açúcar), além do acompanhamento técnico”. Aproximadamente 4.300 copinhos da bebida foram distribuídos gratuitamente.

Conforme Eder, o recorde junto ao RankBrasil significa gratificação. “O título mostrou para toda a população e aos visitantes presentes no evento o potencial de nossa empresa, trazendo um produto de alta qualidade”, afirma. “Além disto, a queimadinha fez a gente se lembrar daquele gostinho da infância”, completa.

Festa do Queijo
Promovida pela Prefeitura Municipal, a Festa do Queijo de 2018 aconteceu de 6 a 9 de setembro, no Parque de Exposições da CASEMG. Durante o evento, a cidade de Ipanema também quebrou os próprios recordes de Maior queijo minas padrão (2.072,8 kg) e Maior doce de leite (810 kg).