Maior doador de sangue do Brasil

Orestes Golanovski, que entra para o RankBrasil, realizou 187 doações entre os anos de 1958 e 2006

13/12/2011
10572 Acessos
Imprimir
Maior doador de sangue do Brasil
Foto: RankBrasil
O catarinense Orestes Golanovski, 72 anos, entra para o RankBrasil em 2011, pelo exemplo de ajuda incondicional ao próximo.

Ele foi reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como o Maior doador de sangue do Brasil e também do mundo.

Até junho de 2006 o recordista já havia feito 187 doações. Ao completar 65 anos não pôde mais realizar este ato de solidariedade, devido à lei que não permite doadores acima dessa idade.

Portador do tipo de sangue O+, Golanovski doou pela primeira vez em 1958, quando estava no Exército, no Rio de Janeiro. Ao voltar para Canoinhas – SC, onde reside, ele continuou sua luta em favor da doação voluntária.

Em 1991, o recordista criou a Associação dos Doadores de Sangue da Região de Canoinhas (Adosarec), que atualmente conta com 4.080 doadores cadastrados, atendendo à população da cidade e também dos municípios do interior e até de outros Estados.

O bonito trabalho desenvolvido por Golanovski, não apenas na doação de sangue, mas na busca por doadores, contribuiu para Canoinhas ser considerada a Capital Catarinense dos Doadores Voluntários de Sangue.

Falecimento
Orestes Golanovski morreu aos 73 anos, em 14 de dezembro de 2012. Ele estava internado no Hospital Erasto Gaertner, em Curitiba – PR, por causa de um câncer nos pulmões. O enterro aconteceu no dia 15, em Canoinhas – SC, sua cidade natal.

Quem pode doar
Para doar sangue é preciso ter entre 18 e 65 anos, pesar mais de 50 quilos e estar com boa saúde. A doação pode ser realizada nos hemocentros de seu Estado. Confira aqui a lista disponibilizada pelo Ministério da Saúde, com endereços e telefones.

Redação: Fátima Pires