Maior formiga operária do Brasil

Formiga carnívora gigante tem o tamanho de um palito de fósforo e um poderoso veneno

05/05/2008
56919 Acessos
Imprimir
Maior formiga operária do Brasil
Formiga operária tem tamanho assustador, de três centímetros
A formiga carnívora gigante é a Maior formiga operária do Brasil. Originária do Maranhão, não tem indicação de outras origens, nem migração ou invasão de outros territórios. Ganha o nome científico de Dinoponera gigantea.

Além de ter um tamanho assustador, de três centímetros, a recordista dispõe de outro poder: ela é venenosa. Utiliza seu veneno para imobilizar e matar pequenos insetos rastejantes, pequenos répteis e até ratos.

Ataca suas vítimas somente para se alimentar e utiliza seu poderoso ferrão venenoso quando se sente ameaçada. Uma picada desta formiga pode até provocar a morte de um humano, mas para isso acontecer, a vítima precisa ser alérgica ao veneno da espécie.

Em sua colônia, não existe uma formiga que nasce com a função de ser rainha. A ordem de hierarquia é definida depois de uma luta entre algumas obreiras. A vencedora se torna, automaticamente, a rainha. Mesmo que muitas pessoas acreditem que as formigas incomodam, a natureza precisa delas. Sem elas, diversos ecossistemas seriam prejudicados e algumas espécies deixariam de existir.

Curiosidades
>Formigas operárias são as que só trabalham em benefício do formigueiro e estão sempre em atividade.

>Seu ninho é escavado a dois metros de profundidade do solo, semelhante a uma fenda. A partir daí, inicia-se um túnel espiral de onde saem as câmaras, salas onde vivem e trabalham. Na maioria das espécies de formigas, os ninhos ficam na superfície.

>Depois de eleita a rainha, o macho aparece com a finalidade única de fecundar a fêmea. Fecunda apenas uma vez e a dominante pode ter filhotes pelo resto da vida.

>As formigas representam a maior população de insetos do planeta: existem mais de 18 mil espécies, das quais três mil vivem no Brasil.

>As árvores e as formigas apresentam uma relação de parceria. As árvores fornecem néctar às formigas, em troca, elas as protegem de predadores.

>As formigas já viviam nos tempos dos dinossauros, a cerca de 100 milhões de anos.

>As formigas não dormem, são surdas e quase não enxergam. Comunicam-se pelo cheiro.

Redação: Raquel Susin
Revisão: Fátima Pires