Primeira brasileira a receber o Prêmio Internacional Mulheres de Coragem

Recorde é da major da PM, Pricilla Azevedo, que foi premiada nos EUA, pela secretária Hillary Clinton e pela primeira-dama, Michele Obama

02/01/2013
4570 Acessos
Imprimir
Primeira brasileira a receber o Prêmio Internacional Mulheres de Coragem
Prêmio da brasileira (ao centro) foi entregue por Michelle Obama e Hillary Clinton - Imagem: Agência AFP
A major da Polícia Militar, Pricilla de Oliveira Azevedo, de 34 anos, entra para o RankBrasil por ter sido a primeira brasileira a receber o Prêmio Internacional Mulheres de Coragem, do Departamento de Estado dos Estados Unidos.

A premiação aconteceu em Washington, em 08 de março de 2012 – Dia Internacional da Mulher – e foi entregue pela secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, e pela primeira-dama, Michelle Obama.

Pricilla atuou como comandante da primeira Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Rio de Janeiro e, atualmente, é coordenadora geral de programas estratégicos para as UPPs, da Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro (SESEG).

Como comandante da Unidade Pacificadora, função que exerceu entre 2008 e 2010, na comunidade Santa Marta – sendo a única mulher na operação – ela dirigiu 125 policiais militares, em uma área de nove mil moradores e Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) muito baixo.

Durante esses dois anos, Pricilla conseguiu eliminar o tráfico de drogas na comunidade, criou modelos de mediação de conflitos e trabalhou para melhorar o serviço de saúde e de coleta de lixo. Ela também atuou para o aumento das oportunidades de treinamento técnico e educacional e desenvolveu uma bem-sucedida feira de artesanato no local.

Evangélica da Assembleia de Deus, a recordista se juntou à corporação da PM em 1998 e em 2000, após sua formatura, começou a trabalhar em batalhões de polícia e operações de repressão nas ruas da cidade. Em 2007, Pricilla demonstrou extrema coragem ao prender uma quadrilha de bandidos que a havia sequestrado.

O prêmio
O prestigiado Prêmio Internacional Mulheres de Coragem, concedido pelo Departamento de Estado dos EUA, reconhece anualmente mulheres do mundo que demonstraram liderança e coragem excepcional em suas funções e na defesa dos direitos das mulheres, muitas vezes com grande risco pessoal. Desde o lançamento do prêmio, em 2007,foram homenageadas 46 mulheres de 34 países.

Reconhecimento
Além do Prêmio Mulheres de Coragem, Pricilla já foi premiada com a Medalha de 50 Anos da Força Brasileira das Nações Unidas. Em 2009, recebeu da Revista Veja o Prêmio de Personalidade do Ano, com o título de ‘Defensora da Cidade’. Ela ainda obteve condecorações das Câmaras de Vereadores de cidades do Rio de Janeiro.


Fontes: Rede Record, Governo do Rio de Janeiro e O Globo Rio
Redação: Fátima Pires