Maior temperatura registrada no Brasil por órgão oficial nacional

Recorde é da cidade de Bom Jesus, no Estado do Piauí, que chegou a 44,7°C em 21 de novembro de 2005, em registro realizado pelo Instituto Nacional de Meteorologia

14/10/2012
10361 Acessos
Imprimir
Maior temperatura registrada no Brasil por órgão oficial nacional
A cidade de Bom Jesus, no Estado de Piauí, que entra para o RankBrasil, possui o recorde de maior temperatura registrada oficialmente no país, desde que o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) começou as medições.

No dia 21 de novembro de 2005, o Inmet, que é vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, do Governo Federal, registrou no município recordista 44,7°C (graus Celsius).

Com área de quase 5,5 mil km², Bom Jesus possui aproximadamente 22,5 mil habitantes, de acordo com o Censo Demográfico de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com temperaturas altas durante todo o ano, a mínima já registrada na cidade pelo Inmet foi de 11,9°C, em 14 de junho de 1971.

O município vive principalmente da agricultura, com destaque para o cultivo da soja, arroz e algodão. Localizado no Vale do Rio Gurgueia, apesar do intenso calor, Bom Jesus é muito rico em água subterrânea, com poços jorrantes (quando a água sai sem precisar de bombeamento).

Instituto de Meteorologia
A missão do Inmet é prover informações meteorológicas à sociedade brasileira, influindo construtivamente no processo de tomada de decisão, uma vez que contribui para o desenvolvimento sustentável do país. O Instituto foi criado em 1909 e desde 1961 arquiva dados sobre a meteorologia no Brasil.

As medições nas estações do Instituto acontecem de hora em hora, diariamente. Em todo o país, atualmente são cerca de 420 estações convencionais, que contam com a presença de um técnico para fazer as medições, e outras 450 estações automáticas, dispensando a atuação de um profissional.

Temperatura mais alta no mundo
A maior temperatura já registrada no mundo foi 58°C. O recorde foi obtido no dia 15 de setembro de 1922, na região de Alaziziyah, localizada no norte da Líbia.


Fontes: G1 Tempo, Instituto Nacional de Meteorologia e Wikipédia
Redação: Fátima Pires