Capital com menor número de fumantes

Pesquisa do Ministério da Saúde mostra que apenas 6% da população utiliza o tabaco na cidade. No Brasil, o índice caiu 20% nos últimos seis anos.

02/12/2013
8515 Acessos
Imprimir
Capital com menor número de fumantes
Salvador bate recorde pelo menor número de fumantes
Salvador (BA) é a capital com o menor número de fumantes do país. Na cidade, com cerca de 2,6 milhões de pessoas (Censo 2010), apenas 6% da população adulta diz ser fumante. Os dados são da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel).

Porto Alegre (RS) ainda tem a maior incidência de fumantes e na cidade também se consome mais. Ela possui a maior proporção de pessoas que fumam 20 cigarros ou mais por dia.

A Vigitel considera o índice de brasileiros acima de 18 anos consumidores do tabaco em 2012. No Brasil, o uso do fumo caiu 20% nos últimos seis anos. A Vigitel monitorou 45,4 mil adultos residentes em domicílios com telefone fixo em todas as capitais do país.

Ainda de acordo com o levantamento, o hábito de fumar é maior entre pessoas com até oito anos de escolaridade: 16%. Entre pessoas mais escolarizadas, com 12 anos ou mais, o comportamento atinge 9%.

Dados alarmantes
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de cinco milhões de pessoas morrem, por ano, vítimas do uso do tabaco. Estima-se também que, a cada dia, 100 mil crianças tornam-se fumantes em todo o planeta.

Caso esta previsão se confirme, estes índices podem subir para dez milhões de mortes anuais por volta de 2030. Ainda conforme a OMS, cerca de 1,3 bilhão de pessoas utilizam o cigarro. Isto é um terço da população mundial adulta.



Desenvolvimento de doenças
Conforme a OMS, o tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo. Está relacionado a 50 tipos de doenças, como câncer de pulmão, de boca e de faringe, problemas cardiovasculares, respiratórios, derrame, osteoporose e catarata.

O tabaco também diminui as defesas do organismo, aumentando a incidência do fumante adquirir doenças como gripe e tuberculose. Além disto, pode causar impotência sexual no homem e infertilidade na mulher.

Fumo passivo
O fumo passivo é quando uma pessoa que não fuma convive com fumantes e inala a fumaça de derivados do tabaco em ambientes fechados. De acordo com o INCA, pelo menos 2,6 mil não fumantes morrem no Brasil por ano.

Lei contra o fumo
Em 2011, a presidente Dilma Rousseff aprovou a Lei Federal 12.546, que proibiu o fumo em ambientes coletivos fechados em todo o país, um avanço na política nacional de controle do tabagismo.

Substâncias tóxicas
Segundo o Ministério da Saúde, o cigarro contém cerca de 4.720 substâncias tóxicas, destas, mais de 60 são cancerígenas. Além das mais conhecidas, como nicotina, que é responsável pela dependência, e monóxido de carbono, a fumaça do cigarro possui substâncias radioativas.

Durante a gravidez
Fumar durante a gravidez traz sérios riscos para a gestante e para o bebê, podendo causar, entre outros problemas, abortos espontâneos, nascimentos prematuros, mortes fetais e de recém-nascidos, e deslocamento prematuro da placenta. Além disto, a mãe que fuma durante a amamentação transmite a nicotina à criança através do leite.

Degradação do meio ambiente
Pesquisas revelam que nos países em desenvolvimento, o desmatamento devido ao plantio e secagem das folhas do tabaco corresponde a 5% do total. Isso significa que para cada 300 cigarros produzidos, uma árvore é sacrificada.

Outro dado é que pelo menos 25% dos incêndios rurais e urbanos são causados por pontas de cigarros. Além disto, os filtros estão carregados de materiais tóxicos que podem demorar mais de cinco anos para a decomposição, contaminando o solo e a água.

    Métodos para acabar com o vício
    A Fundação Oswaldo Cruz dá dicas para acabar com o vício do cigarro, mas orienta que todos os métodos devem ser receitados e terem acompanhamento médico.
  • Goma de mascar com nicotina: pastilhas que liberam pequenas doses de nicotina, o que diminui os sintomas da abstinência
  • Skin paches: pequenos adesivos para colocar na pele, que liberam mais nicotina do que a goma de mascar
  • Spray nasal: libera menos nicotina que a goma e os patches, mas chega mais rápido ao sistema circulatório
  • Inalante: inalante que tem a mesma forma do cigarro, o que leva o indivíduo a imaginar que está fumando, mas só com 1/3 da nicotina do cigarro
  • Zyban: é uma droga antidepressiva, sem nicotina, que auxilia nas crises de abstinência

Hábito de fumar
O hábito de fumar teve início em 1580, na Europa e foi introduzido por Walter Raleigh, pessoa de confiança na corte de Elizabeth I, da Inglaterra. A partir de 188,1 os cigarros se popularizaram, quando foi inventada a máquina que os manufaturava.

Dia Mundial Sem Tabaco
O tabagismo é o ato de consumir cigarros e outros produtos com tabaco. Para alertar à população sobre os perigos do fumo, a OMS instituiu o Dia Mundial Sem Tabaco. A data foi criada em 1987.

Recorde Superado
CidadeAnoÍndice
Maceió (AL)20117,8%




Fontes: Ministério da Saúde, Instituto Nacional de Câncer e Fundação Oswaldo Cruz
Redação: Fátima Pires