Primeiro elevador público do Brasil

Inaugurado em 08 de dezembro de 1873, recorde é do elevador Lacerda, que liga a parte baixa e a parte alta da cidade de Salvador – BA

26/02/2013
6296 Acessos
Imprimir
Primeiro elevador público do Brasil
Foto: Tatiana Azeviche
O elevador Lacerda, que entra para o RankBrasil em 2013, é o Primeiro elevador público do país e também considerado o primeiro do mundo, com inauguração em 08 de dezembro de 1873.

Com 73,5 metros de altura, o elevador recordista fica em Salvador – BA, fazendo a ligação entre a Praça Cairu, na chamada parte baixa da cidade – local de concentração de atividades financeiras e comerciais – e a Praça Thomé de Souza, na parte alta – onde se encontra o centro histórico.

Na estrutura inicial, que operava em duas cabines com mecanismo hidráulico, os passageiros tinham de ser pesados individualmente e o peso total a ser transportado era calculado até atingir o limite máximo de segurança. Depois de reformas, o elevador passou a funcionar com quatro modernas cabines eletrificadas, que comportam 32 pessoas cada.

Um dos principais pontos turísticos e cartão postal da capital baiana, atualmente o elevador funciona 24 horas, chega a transportar 750 mil passageiros por mês, em uma viagem que dura 22 segundos. Do alto de suas torres é possível visualizar a Baía de Todos os Santos, o Mercado Modelo e, ao fundo, o Forte do Mar.

Reformas
Muitas mudanças foram introduzidas ao longo da história do primeiro elevador do Brasil. A eletrificação surgiu em 1906, Em 1930 colocaram mais duas cabines e uma nova torre, e de 1950 a 1961 houve uma total reforma na sua parte mecânica. Também aconteceram reformas em 1980, com uma revisão na estrutura de concreto, e em 1997 foi feita a revisão de todo o maquinário elétrico e eletroeletrônico.

Histórico
Primeiramente chamado de elevador Hidráulico da Conceição ou elevador Parafuso, o elevador Lacerda foi idealizado pelo empresário baiano Antônio de Lacerda. Além de ligar a parte baixa e alta da cidade – devido à geomorfologia da região – o visionário queria facilitar o transporte para o sul, sentido em que a cidade se expandia, articulando o elevador com as linhas de bonde.

O projeto surgiu quando a firma Antônio de Lacerda & Cia, que tinha como principal sócio o pai Antônio Francisco de Lacerda, comprou os direitos de construção de linhas de transporte na encosta. Assim, a firma se transformou na Companhia de Transportes Urbanos e a obra revolucionária do elevador teve início em 17 de outubro de 1869.

Patrimônio
Na década de 50, o elevador passou a fazer parte do patrimônio da Prefeitura Municipal do Salvador e em setembro de 1997, ganhou iluminação cênica, valorizando ainda mais sua beleza. O monumento ainda foi tombado em 07 de dezembro de 2006, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).


Fontes: Wikipédia, Iphan e Guia Geográfico da Bahia
Redação: Fátima Pires