Primeiro livro publicado no Brasil

Recorde é de ‘Marília de Dirceu’, obra escrita pelo poeta Tomás Antônio Gonzaga e lançada no país em 1812

06/02/2012
12083 Acessos
Imprimir
Primeiro livro publicado no Brasil
‘Marília de Dirceu’ foi o Primeiro livro publicado no Brasil, escrito em Portugal, pelo poeta luso-brasileiro Tomás Antônio Gonzaga.

A impressão do terceiro volume da série aconteceu em 1812, nas oficinas da Imprensa Régia, de D. João VI, no Rio de Janeiro – RJ, passando pela censura do imperador.

Tomás Antônio Gonzaga nasceu na cidade do Porto, em Portugal, em 1744. Foi advogado e um dos maiores poetas do arcadismo brasileiro. Ele morreu em 1810.

O livro
‘Marília de Dirceu’ é um livro de liras, ressaltando o amor sincero, que apresenta características relacionadas ao bucolismo, otimismo, vida burguesa e simplicidade.

Relato
A primeira obra escrita e impressa no Brasil na realidade não é um livro, mas um relato de 60 páginas, sobre a vinda do frei Antônio de Desterro Malheyro, de Lisboa, em 1747, que se tornou bispo no Rio de Janeiro.

O relato foi escrito por Luiz Antonio Rosado da Cunha e impresso por Antônio Isidoro da Fonseca, que tinha uma tipografia. Sua iniciativa é tida como o início da história da publicação de livros no país.

Crescimento editorial
O Brasil teve um crescimento editorial somente após 1925, com a fundação da Companhia Editora Nacional, por Monteiro Lobato, um dos mais influentes escritores brasileiros do século XX.


Fontes: Brasil Escola, Gazeta do Povo e Wikipédia
Redação: Fátima Pires