Gideon Sundback - Google vira zíper para homenagear inventor

Doodle interativo celebra o 132° aniversário de Gideon Sundback

24/04/2012
3446 Acessos
Imprimir
Gideon Sundback - Google vira zíper para homenagear inventor
O Google, maior site de busca, surpreendeu os usuários nesta terça-feira (24), com um grande zíper interativo, que se abre ao clicar na imagem.

A homenagem da vez é para celebrar o 132° aniversário do engenheiro sueco Gideon Sundback, que revolucionou a indústria do vestuário com a invenção do zíper.

O engenheiro criou um dispositivo de fixação para ser usado em botas femininas, aperfeiçoando a ideia que circulava na época, de um fecho com base em dentes entrelaçados.

Em 1914, Sundback deu entrada no pedido de patente, mas a invenção só foi reconhecida em 1917. O modelo proposto era para substituir ganchos e presilhas das botas. Duas décadas depois, o fecho se tornou popular também em calças e vestidos.

O nome da invenção
O nome zíper foi criado somente em 1923, por um fabricante que incluía a invenção de Sundback em suas botas.

O inventor
Otto Fredrik Gideon Sundback nasceu em 24 de abril de 1880, na cidade de Smaland, na Suécia. Ele estudou engenharia na Alemanha e em 1905 foi morar nos Estados Unidos, onde desenvolveu suas invenções. Ele morreu em 21 de junho de 1954, em Meadville, nos EUA.

Como funciona o zíper
O zíper, também conhecido como fecho de correr ou fecho ecler, é composto de dois trilhos opostos, formados por dezenas de dentes. Cada dente possui um gancho e um espaço vazio e estes dentes devem ser do mesmo tamanho e formato.

Quando o zíper é fechado, os ganchos dos dentes de um trilho se encaixam no espaço vazio dos dentes do trilho oposto. Para o zíper funcionar também é preciso da ajuda de um cursor para abrir e fechar.


Redação: Fátima Pires