Primeiro governador geral do Brasil

Tomé de Sousa chegou ao país em março de 1549, instalou-se na então Capitania da Bahia de Todos os Santos, edificando o município de Salvador

03/03/2013
9466 Acessos
Imprimir
Primeiro governador geral do Brasil
Tomé de Sousa edificou a cidade de Salvador - Imagem: divulgação
O Primeiro governador geral do país, que entra para o RankBrasil em 2013, foi o militar e político português Tomé de Sousa. Ele chegou em 29 de março de 1549, instalou-se na então Capitania da Bahia de Todos os Santos, edificando a cidade de Salvador, a primeira capital do Brasil.

Tomé de Sousa implantou a estrutura administrativa e jurídica da cidade, criando os cargos de ouvidor-mor (responsável pela justiça), capitão-mor (pela defesa do território) e provedor-mor (pelos negócios da Fazenda).

No âmbito religioso, o governador trouxe uma missão jesuíta ao país, chefiada pelo padre Manuel da Nóbrega, com o objetivo de evangelizar os índios do território brasileiro. Em 1551, criou o primeiro bispado no Brasil, nomeando o bispo dom Pero Fernandes Sardinha.

Ele ainda estabeleceu as câmaras municipais – compostas por donos de terras – e estimulou a criação de engenhos de açúcar, baseando-se na mão de obra africana. Seguindo com sua administração, Tomé de Sousa viajou à capitania de São Vicente – SP em 1553, com o propósito de fortalecer o comércio e defender a região de invasões de corsários (navios piratas).

O governador ainda construiu um forte na barra de Bertioga e fundou a Vila de Itanhaém, ambos no Estado de São Paulo. No mesmo ano, ele retornou a Portugal, deixando o governo geral para seu sucessor, Duarte da Costa.

Função do governo geral
O governo geral foi criado no Brasil após o fracasso das capitanias hereditárias. O objetivo era proporcionar a colonização do país, através de uma nova forma de administrar, com a centralização política e econômica da colônia.

História de vida
Tomé de Sousa nasceu em 1515, em Rates, Portugal, e era de família ligada à nobreza. Em 1532, percorreu o norte da África, retornando a seu país em 1536. Participou de outras expedições e algumas batalhas, sempre com sucesso, até que em 1549 foi designado pelo rei de Portugal o governador geral do Brasil. Ele faleceu em 29 de janeiro de 1579.


Fontes: UOL Educação, Brasil Escola e Wikipédia
Redação: Fátima Pires