Maior participação feminina entre candidatos em eleições municipais

Ao todo 137.910 mulheres se candidataram aos cargos de prefeito, vereador e vice-prefeito, o que significa 31,9%

03/10/2012
3784 Acessos
Imprimir
Maior participação feminina entre candidatos em eleições municipais
As eleições municipais de 2012 tiveram a maior participação feminina entre candidatos da história brasileira. Este ano 137.910 mulheres estiveram aptas a concorrer, frente aos 311.181 homens que disputaram os cargos do pleito.

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral, em 2008, a proporção de mulheres entre os candidatos a vereador, prefeito e vice-prefeito era de 22% – quando 81.251 disputaram as eleições – subindo para 31,9% neste ano.

Este número ganhou dimensão especialmente pelas candidatas ao cargo de vereador, que totalizam 133.377. Entre os motivos para o crescimento da participação feminina na política estão as novas regras eleitorais aprovadas pelo Congresso Nacional, no ano de 2009.

Até então, os partidos deveriam reservar 30% das vagas de vereadores para mulheres, que poderiam ficar vazias. Com a nova redação da lei, a palavra ‘reservar’ se transformou em ‘preencher’. Desta forma, os 30% das candidaturas devem ser obrigatoriamente ocupadas pelo sexo feminino.

A eleição ao Executivo não prevê cota, portanto o número de mulheres candidatas ainda é baixo. Entre as pessoas que vão disputar uma vaga para prefeito, apenas 13% são do sexo feminino, ou seja, 1.950. Ainda assim o número aumentou em relação a 2008, quando era de 11,12%. Para o cargo de vice-prefeito, participam 2.583 mulheres em 2012, representando 17,2%.

Direitos iguais
Para garantir que as candidaturas femininas neste ano recebam financiamento e empenho dos partidos para competir em condições iguais com os homens, os promotores da Justiça Eleitoral estão fiscalizando o preenchimento de vagas para mulheres.

Exemplo
Um grande exemplo para as pessoas do sexo feminino que buscam uma vaga para os cargos de prefeito, vereador e vice-prefeito, é Dilma Rousseff, que foi a primeira mulher eleita presidente do Brasil. A governante rompeu barreiras, mostrando que ambos os sexos tem capacidade política.

Participação ainda é tímida
A participação feminina na política brasileira ainda é tímida. Com 52% do eleitorado formado por mulheres, o Brasil possui somente 9% de deputadas federais. No senado, são apenas 10 mulheres, entre 81 membros. Após as eleições de 2008, o total de mulheres chegou a 12,5% entre os vereadores e apenas 10% entre prefeitos.


Fontes: TSE, BBC Brasil e Câmara dos Deputados
Redação: Fátima Pires