Primeiro curso de Odontologia

Em 25 de outubro de 1884, um decreto do Governo Imperial criou o ensino da área no Rio de Janeiro e Bahia

04/02/2012
12636 Acessos
Imprimir
Primeiro curso de Odontologia
O Primeiro curso de Odontologia foi criado oficialmente no Brasil através de um decreto do Governo Imperial, assinado por D. Pedro II em 25 de outubro de 1884.

De início, o ensino da Odontologia foi vinculado simultaneamente às faculdades de Medicina do Rio de Janeiro e Bahia, programado em três anos.

No Rio de Janeiro, o curso começou a funcionar imediatamente, mas a separação entre Odontologia e a Faculdade de Medicina ocorreu somente em 1933.

No ano de 1947 a Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro passou a ser oferecida em quatro anos. A primeira turma de cirurgiões-dentistas se formou em 1951.

Já na Bahia, o curso teve início apenas em 1891, por dificuldades estruturais. Depois de muitas tentativas, a Faculdade de Odontologia da Universidade Federal ganhou autonomia em 1949, desvinculando-se da Medicina.

‘Manual Odontológico’
Em 1900, Augusto Coelho e Souza, considerado o pai da Odontologia brasileira, publicou o ‘Manual Odontológico’, que serviu de base para a formação de milhares de cirurgiões-dentistas.

Dia do Cirurgião-Dentista
Em razão da importância da criação dos primeiros cursos para o desenvolvimento da Odontologia no país, a data de 25 de outubro ficou marcada e passou a ser comemorada como o Dia Nacional do Cirurgião-Dentista.


Fontes: Associação Brasileira de Odontologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro e Universidade Federal da Bahia
Redação: Fátima Pires