Primeiro time de futebol profissional formado por irmãos

O Clube Treze de Gangorra escalou os onze irmãos homens da família Sousa como titulares, os mesmos jogaram com a numeração referente a idade de cada um

30/10/2013
16873 Acessos
Imprimir
Primeiro time de futebol profissional formado por irmãos
Seu Raimundo no comando de seus 11 filhos em ação pelo 13 de Gangorra. - Divulgação: RankBrasil
A equipe do Clube Treze de Gangorra entra para o RankBrasil em 2013 por ser o Primeiro time de futebol profissional formado só por irmãos. O feito aconteceu no dia 3 de janeiro na partida contra o Esporte Futebol Clube do Arraial, em jogo realizado pela Liga Desportiva de Limoeiro do Norte.

O certame aconteceu no Estádio Municipal José de Oliveira, mais conhecido como Bandeirão e contou com a presença de 700 espectadores, entre autoridades, parentes e amigos dos irmãos.

Os filhos do casal Almerinda Malveira de Sousa e Raimundo Nonato de Sousa jogaram com a numeração alusiva à idade de cada um, o que rendeu números entre 42 e 60.

Com um total de 14 filhos, sendo onze homens, ´Seu´ Raimundo sempre escutou a piada que poderia montar um time de futebol e isso acabou virando um sonho. Para que o desejo alimentado pelo patriarca há mais de 10 anos se tornasse realidade, era necessário que os irmãos Sousa disputassem uma partida oficial, sendo todos titulares.

Jogo
Durante o memorável confronto, Seu Raimundo ficou no banco de reservas como técnico da equipe e promoveu algumas substituições no time do Treze, colocando em campo filhos e netos dos irmãos titulares.

Titular do time, João Batista descreveu a partida como a mais importante e emocionante da vida de todos. “É uma coisa indescritível, uma alegria imensa, parecia que era final de Copa do Mundo”, disse.

O Treze de Gangorra venceu por 10 a 7, quase um gol para cada irmão. No final houve entrega de medalhas comemorativas a todos os envolvidos na disputa.

Para João Batista, entrar para o RankBrasil é poder demonstrar que os sonhos estão ao alcance de todos, mesmo de quem mora no Vale do Jaguaribe, região que fica no município de Limoeiro do Norte, distante 200 km de Fortaleza (CE). “Conquistar o recorde nos deixa com um sentimento de satisfação, principalmente por morar em uma cidade pequena, onde só temos duas rádios e pouca divulgação. Assim mostramos que todos os nossos sonhos podem ser alcançados, conseguimos realizar o desejo do nosso pai e ainda por cima quebrar um recorde, é muita felicidade”, afirmou.

Os irmãos já planejam mais uma partida, ainda sem data definida, mas disseram que vão continuar sendo treinados pelo pai até quando puderem.

Redação: Danilo Georgete