Mais rápido nadador brasileiro nos 400 m livre da classe S9

Com o tempo de 4min40s94, recorde brasileiro dos 400 m livre na classe S9 foi superado durante o Open Internacional de Natação Paralímpica, disputado em São Paulo

09/05/2013
3873 Acessos
Imprimir
Mais rápido nadador brasileiro nos 400 m livre da classe S9
Imagem: Alexandre Rezende/CPB
O nadador Ruiter Antônio Gonçalves Silva, de Uberlândia (MG), entra para o RankBrasil por quebrar um recorde brasileiro que durava oito anos na natação paralímpica.

Durante o Open Internacional de Natação Paralímpica, disputado entre os dias 23 e 27 abril de 2013 em São Paulo (SP), ele nadou os 400 m livre da classe S9 em 4min40s94, superando a marca do brasileiro Fabiano da Silva feita nas Paralímpiadas de Atenas, em 2004.

Além de bater o recorde brasileiro, Ruiter conquistou na competição três medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze. Também alcançou o índice para o Mundial de Natação Paralímpica que será disputado no mês de agosto, no Canadá

Trajetória do atleta
Devido a má formação, Ruiter nasceu sem a mão esquerda e compete pela classe S9. O atleta iniciou no desporto paraolímpico em 2009, quando disputou sua primeira competição, no Regional Centro Leste do Circuito Loterias CAIXA de Natação, realizada em Brasília (DF). Já na estréia, conquistou um índice e uma medalha de bronze na prova de peito, o que o credenciou para disputar as etapas nacionais da competição.

De lá para cá, ele vêm se destacando nas competições, especialmente nos 200 m medley e nos 400 m livre. Para isso, chega a treinar 6 horas por dia, em dois períodos, nas piscinas da Universidade Federal de Uberlândia e do Uberlândia Tênis Clube.

Na natação paraolímpica, os atletas são classificados de acordo com as limitações físicas e sensoriais impostas pela deficiência. A classificação varia de S1 (maior limitação física) até S10 (menor limitação física), de S11 (maior limitação visual) até S13 (menor limitação visual) e S14 para atletas com deficiência intelectual.

Fontes: Globo Esporte e NeoCompetição
Redação: Vanderson Almeida