Primeiro brasileiro a atravessar o Canal da Mancha

Recorde é de Abílio Couto, que fez a ousada travessia de 32 quilômetros em 10 de agosto de 1958, nadando 12 horas e 45 minutos

29/03/2013
4457 Acessos
Imprimir
Primeiro brasileiro a atravessar o Canal da Mancha
Em sua carreira, Abílio Couto atravessou duas vezes o Canal da Mancha - Imagem: divulgação
Abílio Couto entra para o RankBrasil em 2013 por ter sido o Primeiro brasileiro a atravessar o Canal da Mancha – braço do mar que separa a Inglaterra da França.

A travessia inédita em águas abertas aconteceu em 10 de agosto de 1958 e foi oficialmente registrada pela Channel Swimming Association (CSA), organização criada em 1927, que é responsável por promover e fiscalizar o desafio.

O recordista nadou 12 horas e 45 minutos, em um percurso de 32 quilômetros, no sentido França – Inglaterra, com uma média de 47 braçadas por minuto. Ele também foi o primeiro sul-americano a conquistar a trajetória com reconhecimento da Associação CSA.

No dia 11 de setembro de 1959, Abílio repediu a façanha, atravessando novamente o canal. Desta vez, o nadador diminuiu seu tempo: terminou a prova em 12 horas e 39 minutos, tornando-se recordista mundial da travessia do Canal da Mancha.



Carreira
O atleta nasceu em Ribeirão Preto – SP, em 24 de dezembro de 1924. Ele aprendeu a nadar aos oito anos de idade. Aos 18 anos, sagrou-se campeão dos Jogos Abertos do Interior, repetindo o feito mais cinco vezes nos anos seguintes.

Depois ganhou vários títulos dentro das piscinas, mas sua consagração veio nos mares. Abílio foi quatro vezes campeão mundial de natação em águas abertas na categoria profissional, além de oito vezes campeão mundial na categoria amador. Ele faleceu em 10 de setembro de 1998, aos 73 anos de idade.

Pai das águas abertas
Abílio é considerado o ‘pai’ das provas em águas abertas no Brasil. Como dirigente, ele montou a primeira diretoria paulista de águas abertas, além do primeiro Campeonato Paulista de Águas Abertas. Ainda criou o primeiro Departamento de Águas Abertas na então Confederação Brasileira de Natação, onde organizou o primeiro campeonato brasileiro na categoria.

Reconhecimento
Em 1990, o recordista foi nomeado técnico da Seleção Brasileira de Natação, pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos. Em 2001, Abílio recebeu uma homenagem, entrando para o Hall da Fama Internacional da Maratona Aquática.

Ele também ganhou a Cruz do Mérito Esportivo – condecoração mais importante do desporto brasileiro – concedida pelo então presidente da República Castelo Branco. Em 1961, obteve o título de nobreza ‘Barão de Sorano’, outorgado pelo príncipe Deolz, da família real inglesa, sendo registrado na prefeitura de Roma, na Itália.

Primeiro do mundo
O primeiro atleta do mundo a atravessar o Canal da Mancha foi o capitão da marinha mercante britânica, Matthew Webb. No dia 25 de agosto de 1875, sem usar colete salva-vidas, ele fez o trajeto no tempo de 21 horas e 45 minutos.


Fontes: Wikipédia e Confederação Brasileira de Esportes
Redação: Fátima Pires