Avenida mais extensa do país

Com 58 quilômetros, avenida recordista fica no Rio de Janeiro, passando por 27 bairros da cidade

24/01/2013
11095 Acessos
Imprimir
Avenida mais extensa do país
Imagem: Construir Rio 2013
A avenida Brasil, que entra para o RankBrasil, é a mais extensa do país. Com 58 quilômetros, está localizada no Rio de Janeiro e passa por 27 bairros.

Ela começa nas proximidades da Zona Portuária, tendo como marco a Rodoviária Novo Rio, que faz referência ao quilômetro 0, até chegar ao bairro Santa Cruz, na avenida João XXIII – o quilômetro 58, na Zona Oeste.

Importante historicamente e com dinamismo estratégico, a avenida Brasil é reconhecida como a mais importante via de entrada da cidade. É responsável pelo maior fluxo viário da capital fluminense, com mais de 250 mil veículos por dia.

Este grande fluxo é atribuído à sua influência geográfica, causado pelo fenômeno chamado de migração pendular, ou seja, o deslocamento diário dos trabalhadores da Baixada Fluminense e da Zona Norte e Zona Oeste ao centro do Rio de Janeiro.

A avenida faz parte do percurso de todas as rodovias federais que passam pela cidade: BR 101 (Rodovia Rio-Santos), BR 040 (Rodovia Washington Luís), BR 116 (Rodovia Presidente Dutra) e BR 465 (Rodovia Rio – São Paulo). Seu limite de velocidade é de 90 quilômetros por hora, que diminui significativamente devido aos engarrafamentos.

Bairros
A avenida passa pelos bairros São Cristóvão, Caju, Benfica, Manguinhos, Bonsucesso, Ramos, Olaria, Penha, Cordovil, Vigário Geral, Parada de Lucas, Jardim América, Irajá, Acari, Coelho Neto, Barros Filho, Guadalupe, Deodoro, Ricardo de Albuquerque, Realengo, Padre Miguel, Bangu, Vila Kennedy, Santíssimo, Campo Grande, Paciência e Santa Cruz


Exibir mapa ampliado

História
Inaugurada em 1946, a avenida foi construída na década de 40, no período histórico denominado Era Vargas (referente ao presidente Getúlio Vargas), para desafogar o tráfego nas ruas internas da cidade. Também tinha a intenção de diminuir os custos de circulação de mercadorias e facilitar o acesso às indústrias, com presença expressiva na região.

Teve importância fundamental na década de 50, com a chegada da indústria automobilística, principalmente nos anos de JK (do presidente Juscelino Kubitschek). Desde 1994 é administrada pela Prefeitura Municipal do Rio, até então de responsabilidade do Governo Federal.


Fontes: Governo do Rio de Janeiro, Último Segundo e Wikipédia
Redação: Fátima Pires